Convergência Digital - Home

Google: Não nos descartem do jogo de computação em nuvem

Convergência Digital
Convergência Digital - 05/11/2018

O Google não desistiu do jogo da computação em nuvem, mesmo ficando atrás dos rivais Amazon e Microsoft. A afirmação é da CFO da Alphabet e Google, Ruth Porat. Segundo ela, os investimentos na plataforma Google Cloud seguem sendo prioridade. E uma estratégia é a aquisição de talentos para montar o melhor time do mercado.

De acordo com a CFO, o Google, hoje, possui 5314 funcionários,s endo a maioria engenheiros e gerentes de produtos, a maioria para os projetos voltados para o Google Cloud. "Da nossa perspectiva, não parece um jogo de soma zero", acrescentou o CEO do Google, Sundar Pichai.

Segundo o executivo, há uma grande oportunidade de mercado e parece ser muito cedo para definir quem são os 'vencedores' dessa partida. "Estamos alinhados ao que o mercado quer: uma arquitetura aberta capaz de não bloquear as empresas e com suporte aos diferentes ambientes da nuvem", completou o executivo. As afirmações foram feitas em teleconferência de resultados no final de outubro, nos Estados Unidos.


Destaques
Destaques

Compartilhamento de dados fomenta o big data no governo federal

A TIC Governo Eletrônico 2019 mostra que ainda há muito por usar em análise de dados no governo. O MPF foi o maior utilizador dos dados para análise. O Executivo ficou com apenas 20%. Serviços na nuvem também ficam aquém do desejado.

Evite os mitos. Nuvem não é mágica nem resolve tudo

Mesmo com dados de crescimento constantes, conceitos errôneos atormentam a computação em nuvem e retardam, muitas vezes, a adoção da tecnologia. Os mitos,advertem o Gartner, são perigosos e enganosos.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Transformação digital exige eficiência no gerenciamento

Por Luiz Fernando Souza*

Prevenir é sempre melhor do que remediar. Essa é uma máxima que precisa ser aplicada à transformação digital, e vale quando falamos da gestão dos servidores. E as razões são simples: é menos sofrido, menos dolorido e mais barato manter uma rotina de trabalho focada na manutenção, preservando com inteligência dados e sistemas.

Jornada para a nuvem: evite as armadilhas e faça a coisa certa

Por Fábio Kuhl*

Até bem pouco tempo, a nuvem era inovação, hoje me arrisco a dizer que, em breve, uma commodity.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site