Home - Convergência Digital

Claro/Embratel: indefinição sobre o Fistel trava modelos de negócios para IoT

Convergência Digital - Carreira
Ana Paula Lobo e Rodrigo dos Santos - 16/11/2018

O diretor de Internet das Coisas da Claro/Embratel, Eduardo Polidoro, sustenta que a indefinição do governo com relação à isenção do FISTEL para Internet das Coisas trava a definição dos modelos de negócios. O executivo falou à CDTV, do portal Convergência Digital, durante o XI Seminário TelComp 2018, realizado no dia 13 de novembro, em São Paulo.

"Nossa rede está pronto para ser ativada, nacionalmente, no primeiro trimestre de 2019. Estamos com pilotos para ver o modelo de negócio apropriado. E a questão tributária é muito relevante, principalmente, nas redes NB-IoT", sustenta o executivo, que lamenta o fato de, hoje, já existir uma assimetria com as operadoras não licenciadas, já em operação no Brasil (Sigfox/WND e American Tower).

"Na China, já há 300 milhões de simcards IoT ativados.É um mercado em ebulição. Aqui no Brasil tem tudo para explodir também. Mas as regras precisam estar definidas e precisam ser iguais para todos", acrescenta Polidoro. Assistam a entrevista.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

28/06/2019
Febraban: o céu é o limite para modelos de negócios com blockchain

28/06/2019
Unisys: open banking só existirá com a LGPD implementada no Brasil

26/06/2019
Pagamentos instantâneos e open banking reescrevem o sistema financeiro no Brasil

26/06/2019
Biometria é o ‘empurrão do governo’ para aumentar a bancarização

26/06/2019
TIM faz piloto de 5G em 'rede viva' em Florianópolis

25/06/2019
Para Enel, clandestinidade é maior entrave ao uso de postes por telecom

24/06/2019
BBTS quer ser a integradora dos pequenos bancos no open banking

24/06/2019
Sistema financeiro vai mudar muito em 24 meses no Brasil

24/06/2019
5G redefinirá o papel de uma operadora de telecomunicações

24/06/2019
Capgemini: LGPD vai viabilizar open banking no Brasil

Destaques
Destaques

Varejo x bancos: carteira digital vira superaplicativo

Superados os obstáculos iniciais, mercado não financeiro acelera estratégia para ficar com preferência dos consumidores.

Para injetar R$ 200 bilhões na economia, IoT tem de ficar livre das amarras tributárias

Relator da proposta de tributo zero para Internet das Coisas, deputado Eduardo Cury, do PSDB/SP, disse que o setor precisa municiar o Parlamento com dados para convencer à Casa a conceder a desoneração.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

O potencial pouco explorado da Internet das Coisas

Por Daniel Kriger*

A grande mudança que a Internet das Coisas (IoT – Internet of Things) trará para a vida das pessoas está além da facilidade de se preparar um café, programar um banho quente ou economizar na conta de luz. Dar conectividade a objetos e abrir espaço para comandos inteligentes em inúmeras tarefas do dia a dia é um dos principais propósitos de IoT. Mas não é só isso.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site