INOVAÇÃO

Oi lança novo desafio para startups interessadas em participar do Oito

Da redação ... 15/01/2019 ... Convergência Digital

A Oi prorrogou para o dia 8 de fevereiro o prazo de inscrições para startups interessadas em participar do programa de aceleração do Oito, o espaço de inovação e empreendedorismo da companhia, no Rio de Janeiro. Foi lançado um novo desafio para empreendedores interessados em participar da seleção. O regulamento completo está disponível no site do Oito (www.oito.net.br), onde devem ser feitas as inscrições. O resultado será divulgado em março, após a realização de apresentações presenciais (pitches). O programa está aberto a startups do Brasil e do exterior, com início previsto para março e duração de 9 meses. A seleção será conduzida pela Oi com apoio da Associação Brasileira de Startups.

Os desafios apresentados às startups foram elaborados pela Oi com foco em temas operacionais, financeiros e de negócio, além da categoria “Open Telecom”. A companhia apresenta agora um novo desafio, voltado para o gerenciamento e monitoramento de consumo de energia. Entre os critérios para a seleção para o programa de aceleração estão a capacidade das soluções de atender a áreas estratégicas da Oi ou ter potencial de aplicação em diversos segmentos de atuação de clientes atuais e potenciais da companhia.

O Oito busca contribuir para o desenvolvimento de produtos e serviços de base tecnológica com capacidade de aumentar a eficiência operacional da Oi ou de gerar novas oportunidades de negócios para a companhia ou seus parceiros. Para isso, as startups que participam do programa têm acesso a mentoria e apoio nas áreas gerencial, jurídica, financeira e de comunicação, além de acesso facilitado a produtos e serviços de empresas parceiras, como Nokia, IBM e Amazon Web Services.

As incubadas também têm à disposição até três posições de trabalho no espaço de coworking do Oito e, caso necessário, podem receber aporte financeiro para investimento no desenvolvimento do projeto, em condições e valores que serão acordados entre as partes.

O Comitê Interno de Seleção das startups é composto por executivos da Oi. Além da aderência aos desafios, também serão avaliadas a maturidade do projeto e da empresa, a viabilidade técnica e econômica do empreendimento, a consistência entre o modelo de negócio e a estratégia de entrada no mercado, a base tecnológica e grau de inovação e competitividade da solução, potencial de sinergia da startup com as demais incubadas, e a qualificação dos proponentes e da equipe.

Entre os parceiros do Oito estão Nokia, IBM, Amazon Web Services, CPqD, Senai, escritório Montaury Pimenta, Machado & Vieira Mello, Zendesk, Pieracciani, GEAM e o Oi Futuro, instituto de inovação e criatividade da Oi.


Cloud Computing
Orçamento e liminar travam planos do Governo para uso da nuvem

Sem recursos, somente quatro dos 12 órgãos que participaram do pregão já assinaram contrato para uso da nuvem pública do governo federal. Mas dois órgãos, que não estavam no escopo inicial, já solicitaram a autorização de adesão à nuvem.

TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.

DBServer: competitividade exige uma nova maneira de fazer software

Ao completar 25 anos, a companhia gaúcha investe em novas tecnologias, entre elas, Blockchain, com o lançamento, em setembro, de um projeto dedicado à área de saúde, conta Verner Heidrich.

Serviços de voz estão mais vivos do que nunca na jornada digital

Quem pensa que os serviços de voz serão secundários está cometendo um erro, pontuou Douglas Silva, executivo da AWS. "Acreditamos que nos próximos 24, 36 meses a voz vai evoluir de apenas serviço informacional para transacional".

Febraban: o céu é o limite para modelos de negócios com blockchain

A blockchain bancária é ainda uma produção pequena, mas é um marco para o setor, observa o diretor setorial de Tecnologia da Febraban, Gustavo Fosse. Sobre o Open Banking, a única certeza é que ele vai vir e já no ano que vem.

Distributed Ledger: open source e blockchain unem esforços

Para o diretor de DCX das Capgemini, Thiago Nascimento, a tecnologia de livro-razão (Distributed Ledger) será disruptiva e exigirá a interoperabilidade do setor financeiro.

AWS vira aceleradora virtual de projetos voltados à educação no Brasil

Iniciativa, que foi lançada há dois anos nos EUA, já destinou US$ 2 milhões para startups e empresas de tecnologias da área educacional. Prazo para a análise de um projeto é de 12 dias. "É para fazer acontecer mesmo", disse o country manager do setor público da AWS, Paulo Cunha.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G