Convergência Digital - Home

Google libera banco de dados sem servidor para o mercado brasileiro

Convergência Digital
Convergência Digital* - 31/01/2019

Com o objetivo de reforçar seu portfólio de produtos para ampliar o acesso das empresas à Inteligência Artificial, o Google Cloud apresenta, nesta quinta-feira (30/1), a versão mais recente do Cloud Firestore, um banco de dados nativo totalmente gerenciado que facilita o armazenamento, a sincronização e a consulta de dados para aplicativos da web, dispositivos móveis e IoT em nuvem.

O Cloud Firestore é parte da Google Cloud Platform (GCP) e funciona integrado ao Firebase, a plataforma de desenvolvimento para aplicativos do Google, e fornece uma experiência aprimorada de desenvolvedor, ao simplificar o desenvolvimento de aplicativos com sincronização em tempo real e oferecer suporte off-line e transações ACID em centenas de documentos e coleções.

A ferramenta ajuda a solucionar alguns desafios de desenvolvimento, ao simplificar a sincronização de dados e fornecer dados em tempo real, eliminar códigos do lado do servidor e disponibilizar regras de autenticação de banco de dados flexíveis mas seguras, além de permitir a atualização de dados de mais de 1 milhão de clientes por segundo.

A versão beta do Cloud Firestore foi lançada em 2018 durante o Next, o maior evento do Google com foco em nuvem, e estava disponível em apenas três regiões. Com a ampliação, o Cloud Firestore passa a ser acessível em 13 regiões, incluindo países como Alemanha, Austrália, Brasil, Canadá, Coréia, Estados Unidos, Índia, Inglaterra e Japão. 

No Brasil, a startup QuintoAndar, uma plataforma de aluguel de imóveis residenciais que nasceu para simplificar o processo de locação do início ao fim, já usa a versão beta do Cloud Firestone em suas atividades. Como a próxima geração do Cloud Datastore, o Cloud Firestore é compatível com todas as APIs e bibliotecas de clientes do Cloud Datastore. Os usuários do Cloud Datastore serão atualizados para o Cloud Firestore automaticamente no final de 2019.


Destaques
Destaques

Nuvem pública deslancha no Brasil e receita estimada é de R$ 2,3 bilhões

País tem muito para crescer no uso da nuvem pública, tanto que no ranking global está em 13º lugar, observa a IDC Brasil. As SD-WANs também se consolidam no mercdo nacional, mas a falta de mão de obra capacitada é um entrave.

Startup investe na nuvem e viabiliza atendimento médico no interior do Amazonas

Portal Telemedicina usa APIs do Google Cloud, Firebase e ML Engine para armazenar dados de pacientes, além de detectar doenças e priorizar atendimento em clínica da cidade de Coari,  localizada a 444 quilômetros de Manaus.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Intuição versus análise de dados na gestão

Por Douglas Scheibler*

O poder decisório significa alta responsabilidade e inúmeros riscos. Neste cenário caótico, analisar dados é indispensável e é o que justifica uma determinada medida ser considerada como correta, em um cenário específico, em detrimento de outras.

Data Centers: agora é hora de ver acontecer

Por Gilberto Gonzaga*

O que recentemente era apenas uma tendência já pode ser observado na prática. A expectativa, agora, é que esses movimentos se consolidem cada vez mais e nos levem a uma nova era de conectividade, da qual a América Latina não ficará de fora.


Copyright © 2005-2016 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site