TELECOM

Empresas de satélite reclamam dos privilégios da Telebras

Convergência Digital ... 04/02/2019 ... Convergência Digital

A Associação Brasileira das Empresas de Telecomunicações por Satélite (ABRASAT), que representa as empreass do mercado satelitam, voltou a reclamar, veladamente, do que consideram privilégios da Telebras na concorrência pela oferta de serviços via satélite no Brasil. Ao defender mudanças legais e regulatórias para 2019, a Abrasat  alertou que investimentos dependem de ambiente equilibrado.

“O investimento estrangeiro só se realizará em todo o seu potencial na medida em que houver segurança de que não haverá nenhum tipo de protecionismo de mercado por parte do governo para agências ou empresas de economia mistas que competem no mercado com a iniciativa privada”, afirma a entidade em nota na qual pontua quatro agendas prioritárias do setor.

Em 2018, as empresas de satélite chegaram a se envolver na disputa judicial contra o que consideram condições privilegiadas contidas no acordo firmado pela Telebras com a americana Viasat, nova entrante no mercado brasileiro, para utilização da capacidade de banda larga do satélite nacional.

Além dessa questão, as empresas esperam para 2019 a aprovação do projeto de lei que mexe na Lei Geral de Telecomunicações, o PLC 79/16; ajustes tributários que reduzam a carga fiscal sobre equipamentos como gateways e VSats; além da simplificação do processo de certificação, com a redução das exigências de testes em poucos laboratórios certificados e a desobrigação da renovação.

Segundo a Abrasat, 2019 traz a expectativa de definição de importantes questões para a indústria. “Em um país onde mais de 40% da população não tem acesso à internet, e mais de 75% no meio rural estão sem conexão em banda larga ou têm acesso de baixa qualidade, algumas mudanças na regulamentação podem fazer grande diferença na promoção da massificação digital e na consolidação do satélite como uma tecnologia fundamental para a implementação do 5G em todo o seu potencial.”


Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

STF usa caso de lei paulista para cassar decisões sobre antenas no Rio, Minas e DF

Relator de três ações similares, Gilmar Mendes adotou o mesmo entendimento firmado pelo Supremo quando derrubou legislação estadual de São Paulo que restringia instalação de antenas de celular. 

Algar Telecom contabiliza aumento de 26% na carteira de clientes B2B

Operadora diz que não sentiu efeito da Covid-19 nos resultados do primeiro trimestre, mas reforçou o caixa como forma de precaução, com a emissão de R$ 150 milhões em debêntures em abril. O objetivo da captação foi garantir um colchão para “o cenário de incertezas”.

MPF quer que STF autorize acesso a dados de celular sem ordem judicial

Para MPF, é lícito extrair informações dos aparelhos no momento da prisão de suspeitos. 

Ericsson: Compartilhamento de espectro permite 5G às teles antes do leilão

Fabricante diz que, com as frequências do 4G é possível habilitar o 5G antes da licitação da faixa de 3,5GHz. Sobre o leilão 5G, a Ericsson diz que a decisão, ao final, será das operadoras. "Mas temos que tomar o cuidado para não ficarmos para trás", disse o presidente da Ericsson Latam Sul, Eduardo Ricotta.




  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G