GESTÃO

Auditoria da CGU reclama de aumento de comissionados na Dataprev

Luís Osvaldo Grossmann ... 06/02/2019 ... Convergência Digital

Um relatório da Controladoria Geral da União sobre a Dataprev reclama do salto de R$ 1,7 milhão para R$ 4,9 milhões, a partir de 2017, com pagamento de pessoal comissionado. Em números absolutos, a média de 7 extraquadros passou para 28, fruto do aumento do número de funções de confiança de 594 para 625.

Além da queixa de que tais mudanças não passaram pelo crivo da secretaria de coordenação e governança das empresas estatais, a CGU diz que a distribuição de funções foi assimétrica com relação às ações previstas e desrespeitou as próprias normas internas da estatal. Ainda segundo o órgão de controle, não houve comprovação da qualificação técnica dos quadros.

“Foi observado incremento relevante no número de contratações extraquadro em relação ao ano anterior e em relação à média histórica dos últimos sete anos. Essa evolução, sem levar em contas eventuais desligamentos, representa um potencial aumento anual da ordem de R$ 4 milhões com salários de extraquadro a partir de 2017, com capacidade de impactar em cerca de 13% o incremento nas despesas de pessoal no comparativo 2016-2017”, conclui a CGU.

Diz ainda o relatório que a Dataprev não apresentou o embasamento das contratações, “restando ausente outros artefatos que demonstrassem um mínimo de qualificação técnica necessária para mostrar que as contratações atenderiam algum critério relevante para a estatal em comparação com o perfil de competência de cada candidato”.

Conclui também a CGU que “as contratações extraquadro apresentam discrepâncias em relação ao que consta nos próprios normativos internos da Dataprev, principalmente quanto ao aspecto de justificativa técnica e formalização das admissões” e que “essa exposição pode gerar questionamentos por parte de órgãos de controle externo ou mesmo pela Justiça do Trabalho”.


Carreira
Santander oferece 240 bolsas integrais para formar profissionais em programação

Selecionados participarão de curso de Web Full Stack , com duração de cinco meses, voltado ao mercado digital, e poderão ser convidados para os processos de seleção do banco. Iniciativa é feita em parceria com a Digital House.

Cartilha do MCTIC ao Congresso lista 150 programas que precisam de orçamento

Documento reúne sugestões como Gesac, redes de fibra óptica no Norte, Nordeste, base de Alcântara, satélite, entre outros. 

Teles adotam Código de Conduta de Telemarketing

São seis princípios básicos, entre eles ligações apenas em horários adequados e respeitar o desejo do consumidor que não quiser receber ligações. Segundo a Anatel,desde julho, quando foi criada a plataforma 'Não me Pertube', mais de dois milhões de telefones foram bloqueados para as operadoras.

Britânia adere à inteligência artificial na gestão e nos produtos

"A nossa ideia é ter pessoas qualificadas pensando em produtos melhores e não em funções repetitivas", diz a gerente de Marketing, E-commerce e parcerias da indústria, Samanta Puglia. A executiva admitiu que essa guinada já trouxe dores, entre elas, a mudança do quadro de pessoal.

Paraná adota Inteligência Artificial em serviços ao cidadão

Os serviços desenvolvidos pela Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (Celepar)são as ferramentas eleitas pelo Governo do Estado para ampliar a digitalização dos serviços, revela André Telles, assessor especial de Gestão Inteligente e Inovação.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G