TELECOM

Anatel atende pleito das teles e adia prazo de consulta pública de metas de universalização

Luís Osvaldo Grossmann ... 22/02/2019 ... Convergência Digital

À pedido da Telefônica, Algar e Claro, a Anatel adiou por mais 30 dias, depois dos primeiros 60, a consulta pública sobre o que deve ser o último plano geral de metas de universalização, a partir de 2021, uma vez que as concessões de telefonia terminam em 2025. As sugestões poderão ser encaminhadas até 26/3.

A proposta em aberto, na prática, é idêntica ao que a agência sugeriu no PGMU atual, focado na redução dos orelhões. Ele acabou aprovado entre os derradeiros atos do governo de Michel Temer, mas a versão transformada em decreto incluiu metas relacionadas ao 4G, para desgosto da Anatel.

O principal nó do PGMU – assim como em suas versões anteriores – é o tamanho do saldo devido pelas concessionárias por conta de obrigações eliminadas ou substituídas por outras de custo menor. Nas contas da Anatel, essa “dívida” está em R$ 3,7 bilhões. Mas as teles rejeitam o valor.

Por conta da divergência, as empresas não aceitaram assinar a versão revista dos contratos de concessão. E na proposta atual, a agência tenta um caminho negocial ao sugerir que o reconhecimento do saldo não descarta recálculos a serem pedidos pelas próprias concessionárias.


Revista do 62º Painel Telebrasil 2018
Veja a revista do 62º Painel Telebrasil 2018 Brasil Digital: O futuro é agora - é o tema da revista do Painel Telebrasil 2018.
Edição, com 104 páginas, consolida os debates realizados no evento, que reuniu a indústria de Telecomunicações.
Clique aqui para ver outras edições

Rede da Oi registra tráfego de 4,27 terabytes na etapa mundial do circuito de surfe

O volume registrado equivale a 1.099.606 fotos de alta resolução, montante 20% maior que o número transmitido no ano passado, de 909.042 fotos (3,53 Terabytes).Evento aconteceu em Saquarema, no Rio de Janeiro.

Oi se posiciona como prestadora de serviços de TI

Tele estruturou serviços como segurança cibernética, big data e gestão integrada. "Entender as dores e as necessidades do cliente é uma obrigação", afirma Rodrigo Shimizu, diretor de Marketing do Corporativo da Oi.

Embratel: transformação digital exige experimentar e errar

O cliente é e centro da jornada digital que a operadora faz há sete anos, conta o CEO, José Formoso.

"Estamos comprometidos com o futuro do Brasil", diz CEO da Telefónica

Em reunião geral dos acionistas, realizada em Madrid, o presidente do conselho e CEO da Telefónica José María Álvarez-Pallete, afirmou que o Brasil é um dos países que mais vai crescer no mundo com a revolução digital.




  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G