SEGURANÇA

Oi conduz piloto de reconhecimento facial em Copacabana no Carnaval do Rio

Ana Paula Lobo* ... 01/03/2019 ... Convergência Digital

Pela primeira vez, o Carnaval do Rio de Janeiro terá um sistema de reconhecimento facial e de leitura de placa de veículos. O sistema será implantado no bairro de Copacabana, na zona sul da cidade e vai funcionar de hoje (1°), quando começa oficialmente o Carnaval da cidade, até o próximo dia 6. As operações retornam no final de semana seguinte ao Carnaval.

Segundo a secretaria estadual de Polícia Militar, o sistema será operado por cerca de 100 policiais e consiste na análise em tempo real de imagens de pessoas e de placas de veículos captadas por câmeras fixas e móveis instaladas em Copacabana.

“O sistema de monitoramento instalado no Centro Integrado de Comando e Controle identificará pessoas que tenham mandado de prisão em aberto ou veículos roubados. Os policiais que estiverem atuando no bairro serão imediatamente avisados para efetuar a prisão ou apreensão do veículo”, enfatiza a nota divulgada pela Polícia Militar.

O Termo de Cooperação assinado entre a secretaria e a  Oi, sem custo para o governo do Estado, prevê que o monitoramento funcione apenas no período de Carnaval. “Se aprovado, o projeto-piloto servirá de base para o termo de referência de uma futura licitação, com a possibilidade de participação de outras empresas”, acrescenta a nota.

O sistema em uso no Rio de Janeiro foi anunciado, em outubro do ano passado, na Futurecom 2018, por meio de uma parceria entre a Huawei e a Oi. O sistema - que foi testado em Búzios e em Salvador, na Bahia - permite a identificação de rostos, comportamentos e também de elementos como placas de automóveis para a promoção de aplicações de vigilância, como alarmes de reconhecimento facial automático e detecção de acesso indevido em área restrita, como explicou, à época, o gerente de Soluções de TI Corporativas da Oi, Leonardo Menezes.

*Com reportagem da Agência Brasil


NEC - Conteúdo Patrocinado - Convergência Digital
Multibiometria: saiba como ela pode cuidar da sua segurança digital

Plataforma Super Resolution, que integra espaços físicos e digitais, será apresentada pela primeira vez no Brasil no Futurecom 2018. Um dos usuários da solução é o OCBC Bank, de Cingapura. A plataforma permite o reconhecimento instantâneo das pessoas à medida que se aproximem da agência.

Ransomware Sodin ataca vulnerabilidade desconhecida do Windows

Ransomware adota uma técnica chamada de 'Heaven's Gate', que permite um programa mal-intencionado executar código de 64 bits de um processo em execução de 32 bits, o que não é uma prática comum e mais incomum em ransomware, alerta a Kaspersky.

Governo do Rio contrata reconhecimento facial da Oi para o Maracanã

Solução -que permite localizar pessoas e veículos suspeitos e identificar padrões de comportamento e situações de riscos- será usada na partida final da Copa América 2019. Os dados coletados são de domínio do Governo do Rio de Janeiro. Os valores do acerto não foram revelados.

Quase 1000 brasileiros caem por hora em golpe do dinheiro fácil no WhatsApp

Ataque, que circula há sete dias, já atingiu 180 mil pessoas. Elas caem no golpe que promete liberar 13° salário para beneficiários do Bolsa Família.

Guardião Cibernético testa reação a ataques contra redes de telecom

Dois dias de simulações promovidas pelo Comando de Defesa Cibernética na segunda edição do Exercício buscam garantir a integração entre diferentes setores e a maior resiliência das redes em casos de ameaças. Próximo, em 2020, será ampliado com infraestruturas de água e transportes. 



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G