GESTÃO

Receita incentiva o uso da certificação digital no Imposto de Renda

Convergência Digital* ... 15/03/2019 ... Convergência Digital

A Secretaria da Receita Federal anunciou nesta quinta-feira, 14/03, a ampliação do atendimento eletrônico para as empresas que possuem certificado digital, e também a criação de um atendimento online por meio de "chat" (sala de bate papo) para regularizar débitos do Imposto de Renda da Pessoa Física(IRPF).

As novidades, regulamentadas por meio de instrução normativa publicada no Diário Oficial da União poderão ser buscadas no e-CAC (Centro Virtual de Atendimento) da Receita na internet. Para empresas que possuem certificado digital, será possível solicitar online a chamada Certidão Negativa de Débitos (CND). No ano passado, houve 293 mil atendimentos nas unidades da Receita para essa finalidade.

Até então, as empresas tinham de solicitar a abertura de um Dossiê Digital de Atendimento (DDA) pela internet, depois apresentar o documento em uma unidade de atendimento da Receita, criar um dossiê eletrônico pelo servidor e depois incluir documentos. Com o novo serviço, a abertura do dossiê continuará sendo exigida no e-CAC, mas o dossiê poderá ser criado digitalmente, assim como a inclusão de documentos.

No futuro, além da obtenção da CND online, o Fisco ampliará os serviços disponíveis por esse canal. Passará a abranger também a emissão de certidão vinculada a obras, à área rural, além retificar pagamentos, parcelamentos, e alterações cadastrais de pessoas jurídicas. No ano passado, foram registrados 3,8 milhões de atendimentos presenciais para esses serviços. "A intenção que até o final de ano a gente tenha a totalidade dos serviços", afirmou Frederico Faber, subsecretário de Arrecadação, Cadastro e Atendimento da Receita Federal.

Atendimento no chat

Para as pessoas físicas e empresas, a Receita Federal anunciou a criação de uma sala de bate papo (chat) online, também no e-CAC (Centro Virtual de Atendimento) do Fisco na internet. O serviço começa a ser disponibilizado em 8 de abril, segundo a Receita.

Nesse caso, serão tiradas dúvidas das pessoas físicas, em um primeiro momento, somente para instruções sobre parcelas de imposto devido e não pagas. No ano passado, foram 210 mil atendimentos sobre imposto devido. "O contribuinte vai receber as informações e terá de emitir a guia posteriormente. Assim como os valores e códigos a serem informados na guia", disse Faber, da Receita Federal.

De acordo com o Fisco, porém, ainda não será possível o contribuinte tirar dúvidas por meio desse chat sobre as regras de declaração do Imposto de Renda. A expectativa é de que esse serviço esteja disponível até o fim de 2019. Para entrar no e-CAC, as pessoas físicas podem utilizar o código de acesso gerado na própria página da Receita Federal, ou certificado digital emitido por autoridade habilitada.

*Com Receita Federal e portal G1


Carreira
Apps proibidos acirram confronto entre patrões e empregados no home office

Pesquisa mostra que mais de  50% da chamada geração Millenium e da geração Z ignoram as políticas de segurança dos empregadores. Levantamento da PWC, porém, também aponta que pouco mais de 20% das empresas, de fato, estabeleceram regras para o trabalho remoto.

Órgãos públicos estão obrigados a fazer relatórios trimestrais de transformação digital

Monitoramento será acompanhado pela Secretaria Especial de Modernização do Estado da Secretaria Geral da Presidência da República. Norma também aprova 23 planos de transformação digital dos órgãos do governo federal que estão em execução.

Teletrabalho: Brasil somou 8,7 milhões de trabalhadores em home office em junho

Estudo do IPEA mostra que o índice da adesão ao home office no serviço público é mais de três vezes a proporção do setor privado. Em junho, 24,7% dos trabalhadores do setor público exerciam atividade remota, mas, no setor privado, eram apenas 8%.

TCU dispensa papel e adota protocolo 100% digital

Documentos a serem protocolados junto ao Tribunal de Contas da união, para qualquer finaldiade, agora devem ser encaminhados, exclusivamente, por meio dos serviços via internet. 

Trabalho remoto reduziu R$ 466 milhões em despesas de custeio do governo

Levantamento divulgado nesta segunda, 3/8, pelo Ministério da Economia, lista deslocamentos e viagens, além dos serviços de energia elétrica e comunicação como principais cortes com a pandemia de Covid-19.




  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G