GOVERNO

Serpro quadruplica receita e se elege como 'parceiro preferencial' do Estado

Luís Osvaldo Grossmann ... 18/03/2019 ... Convergência Digital

O Serpro divulgou nesta segunda-feira, 18/3, seu resultado operacional em 2018 e registrou lucro de R$ 459,7 milhões, ou 273% superior aos R$ 123 milhões de 2017. É o terceiro resultado positivo consecutivo da estatal, que prevê uma contínua parceria como desenvolvedora de soluções digitais ao governo federal, apesar de estar com a espada na cabeça para ser privatizada, conforme o plano do Ministério da Economia.

“Temos a certeza que continuamos como o parceiro preferencial do Estado brasileiro na implementação de soluções digitais que viabilizam a execução de políticas públicas para o desenvolvimento do país, cumprindo a nossa missão de conectar governo e sociedade”, aponta o relatório da administração.

O desempenho efetivo foi ainda mais favorável do que a estatal projetava em novembro, quando divulgou um balanço preliminar dos resultados financeiros – na época, estimava o lucro de 2018 em R$ 191 milhões. A empresa terminou 2018 com 9,2 mil empregados.

Segundo o relatório, o faturamento no ano passado foi 11,99% superior a 2017 e bateu nos R$ 3,28 bilhões. A maior parte (R$ 2,98 bi) são receitas aos tradicionais clientes e na oferta de soluções ao governo, o que inclui os programas para a Receita Federal, mas também novas aplicações como a carteira de motorista eletrônica.

No entanto, a estatal destaca como sucesso de diversificação aquilo que chama de linha de serviços de informação (R$ 154,2 milhões) e serviços de nuvem (R$ 144,7 milhões) que juntos representaram mais de 10% do faturamento global da empresa no ano passado.

“A diversificação da carteira de clientes contribuiu para o alcance desse faturamento, possibilitando o aumento da representatividade de clientes não dependentes do Orçamento Geral da União de 4,60% em 2017, para 12,49%. Verificou-se, ainda, aumento da efetividade do desenvolvimento de soluções multiclientes, que superou a meta em 13,16%”, diz o relatório.

Paralelamente, houve um recuo de 4,5% nas despesas operacionais, particularmente (4,2%) em pessoal e benefícios, muito por conta do sistema de incentivo Ação de Preparação para Aposentadoria. Houve ainda queda de despesas judiciais e uma redução de 17,30% das despesas de locação de software e de hardware. 



Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

MPF e Defensoria da Paraíba entram com ação pública contra União, Dataprev e Caixa

Ação públicas pede aos órgãos corrijam falhas sistêmicas de TI  na concessão do benefício ao cidadão.

Agência Espacial abre edital para lançamentos comerciais na base de Alcântara

AEB é responsável pelas tratativas iniciais com as empresas, nacionais ou estrangeiras, interessadas em utilizar a base brasileira para lançamento de veículos espaciais.

PL quer adiar venda do Serpro, Dataprev, Telebras e outras estatais

Proposta, que está em análise na Câmara dos Deputados, ressalta que o 'períodos de crise são um excelente momento para quem compra e péssimo para quem vende'. Privatizações estão agendadas para junho de 2021. Ideia é adiar as vendas para 12 meses após o fim da pandemia de Covid-19.

STF derruba MP que mandava teles repassarem dados de clientes ao IBGE

Prevaleceu o entendimento da relatora, Rosa Weber, de que a ordem de recolher nome, endereço e telefone de todos os clientes de telefonia fixa e móvel configura medida excessiva, sem finalidade delimitada ou garantias suficientes. 



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G