Home - Convergência Digital

Samsung usa a Coreia para mandar recado às rivais no 5G

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 11/04/2019

A Samsung Electronics Co.,Ltd. mandou um claro rival às rivais Ericsson, Nokia e Huawei: vai brigar por um lugar de destaque na infraestrutura 5G e está usando a Coreia como case de sucesso. A fabricante coreana forneceu soluções de 5G core e mais de 53 mil ERBs de rádio 5G para as três operadoras do país, que já estão transmitindo sinais 5G em Seul e áreas metropolitanas desde 1º de dezembro de 2018.

"A Coreia é um dos primeiros mercados no mundo em que a experiência 5G está se abrindo para os consumidores, e estamos entusiasmados por desempenhar um papel fundamental no lançamento nacional do 5G com nossas soluções de rede 5G incomparáveis", disse Paul Kyungwhoon Cheun , Vice-presidente executivo e chefe de negócios de redes na Samsung Electronics.

As operadoras coreanas lançaram suas redes comerciais 5G usando a estação rádio base 5G Massive-MIMO Unit (MMU) da Samsung no espectro de 3,5GHz. Uma característica fundamental das MMUs da Samsung implantadas na Coreia é que elas estão entre as menores e mais leves do setor, o que garante que elas possam ser facilmente instaladas nos locais de celular existentes das operadoras, exigindo alterações mínimas. Essa capacidade de reutilizar o local existente foi fundamental para permitir que as operadoras coreanas implantassem redes 5G compostas por dezenas de milhares de rádios, em apenas alguns meses desde o lançamento em 1º de dezembro.

As soluções de 5G core virtualizadas, fornecidas a todas as três operadoras coreanas para o lançamento comercial de seu 5G, suportam redes 4G herdadas e serviços de 5G de próxima geração no modo Non-Standalone (NSA). Elas também podem migrar para o modo Standalone (SA) por meio de uma simples atualização de software no futuro. A solução da Samsung implementa muitas das principais tecnologias de redes 5G, como Controle e Separação de Planos de Usuário (CUPS, sigla em inglês), que são essenciais para que as operadoras de rede aumentem suas redes e suportem os novos serviços habilitados pela tecnologia 5G.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

22/05/2020
Anatel: Parabólicas comprometem porta de entrada do 5G no Brasil

21/05/2020
Anatel confirma que filtros não resolvem interferência do 5G nas parabólicas

14/05/2020
Ericsson: Compartilhamento de espectro permite 5G às teles antes do leilão

12/05/2020
Pioneira no 5G, Coreia do Sul projeta redes standalone até o fim de 2020

11/05/2020
Ericsson: Covid-19 aumentou a demanda por 5G

08/05/2020
Anatel já sinaliza que Covid-19 vai adiar leilão do 5G para 2021

08/05/2020
Interferência nas parabólicas pode reduzir espectro para 5G

06/05/2020
Leilão 5G: TIM e Claro defendem adiamento. Vivo adverte para momento incerto

30/04/2020
Qualcomm: Covid-19 não impede o leilão do 5G ainda em 2020

23/04/2020
CPQD sugere laboratório nacional de 5G sob gestão da GSI e da Anatel

Destaques
Destaques

Leilão 5G: TIM e Claro defendem adiamento. Vivo adverte para momento incerto

TIM e Claro se posicionam claramente contra a realização do leilão ainda em 2020. A Vivo se mostra mais cautelosa, mas admite que está tudo muito nebuloso por conta da economia e da pandemia de Covid-19. Todas asseguram que o momento ainda é de muito investimento no 4G e no 4,5G.

Operadoras pedem que edital do 5G traga compromissos na nova tecnologia

Mas Anatel lembra que reduzir preço das frequências para exigir investimentos que o mercado já faria naturalmente não faz sentido na licitação. 

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Para além da guerra da saúde pública, não adiem o leilão do 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

O setor de telecomunicações tem suportado a sobrecarga derivada da pandemia de Covid-19. Mas, reforcem essas redes com tecnologia mais avançada para prover serviços de baixa latência. Dessa forma, não se postergue o leilão das redes ditas de quinta geração (5G) e atenção à segurança cibernética.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site