NEGÓCIOS

Brasscom endossa unificação de tributos de consumo em um único imposto

Ana Paula Lobo e Pedro Costa ... 30/04/2019 ... Convergência Digital

Pela primeira vez, a Associação Brasileira das empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação - Brasscom - decidiu se posicionar sobre pautas macroeconômicas. A entidade, com respaldo dos seus associados, explica o diretor-presidente, Sergio Paulo Gallindo, a reforma da previdência, para dar respaldo fiscal ao Governo, e em seguida, a reforma tributária.

"A Brasscom defende a unificação dos tributos sobre consumo em um único imposto, no modelo IVA ou IBS (imposto sobre serviço). Também apoia a desoneração da folha de pagamento para todos os setores produtivos da economia. Essa proposta está ganhando corpo no governo e no Congresso Nacional", afirma Gallindo. Já na pauta setorial, há vários temas em prioridades, entre eles, a aprovação do PLC 79, que moderniza o marco legal de Telecomunicações, e as desonerações para datacenters e para dispositivos de Internet das Coisas.

"Também temos que definir a MP 869. Precisamos da Autoridade de Dados para que o mercado tenha um guia para se comportar dentro da conformidade da Lei", adverte o presidente da Brasscom. A entidade tem um planejamento de dobrar a participação da área de software e serviços no Produto Interno Bruto do País em um prazo de seis anos. “É bastante factível. Já fizemos isso uma vez no passado. Mas temos também que pensar na educação, precisamos de mais mão de obra qualificada em diversas áreas", pontua.

Durante o Brasscom TecFórum, realizado nos dias 24 e 25 de abril, a Brasscom divulgou um estudo setorial. De acordo com os dados divulgados, o setor de TIC sozinho cresceu 4,2% e teve um aumento de postos de trabalho superior a 27mil em relação a 2017, fechando o ano com 845mil empregos.

Considerando o agregado do setor, somando telecom e TI in house (Produção de TI nas empresas cujo objeto social não é TI), a produção setorial foi de 479,1 bilhões de reais. A previsão de investimentos em tecnologias de transformação digital até 2022 é de R$ 345,5 bi e em mobilidade e conectividade, R$ 369,8 bi. Os números do setor são bastante positivos e, segundo a Brasscom, a previsão de crescimento para 2019 será superior a 8%. Assistam a entrevista com o presidente-executivo da Brasscom, Sergio Paulo Gallindo.


Depois de vários nãos, Covid-19 faz Xerox desistir de oferta hostil pela HP

Aquisição, agora, é considerada muito arriscada. Proposta feita era de US$ 35 bilhões.

Big data e IA para saúde fazem Semantix comprar a Tradimus

Empresa brasileira adquiriu solução voltada para gestão dos recebimentos de pagamentos das seguradoras e operadoras de planos de saúde pelos serviços prestados. Valor da transação não foi revelado pelas partes.

Fenainfo faz manifesto pela retomada das atividades econômicas

Entidade, que reúne mais de 120 mil empresas de TI, afirma que 'diante da paralisação de muitos dos seus clientes, as empresas de TI também correm o risco de parar'.

Coronavírus: Generali amplia uso de PC alugado da Simpress por home office

Seguradora decidiu dobrar a quantidade de equipamentos contratados por outsourcing para manter o funcionamento dos negócios. CEO da Simpress, Vittorio Danesi, diz que, em sete dias, foram alocados mais de três mil notebooks em distintos clientes.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G