Home - Convergência Digital

Vivo Empresas fornece IoT para rastrear 2000 veículos da Ezentis

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 16/05/2019

A Vivo Empresas, segmento B2B da Telefônica Brasil, firmou um contrato, de cerca de R$ 3 milhões, com a Ezentis Serviços, Engenharia e Instalação de Comunicações, filial brasileira do grupo espanhol Ezentis, especializado em tecnologia e comunicações, para colocar chips M2M em 2000 veículos da companhia. O serviço fará não somente o controle da frota no que diz respeito às rotas, localização e contenção de roubos, mas também vai acompanhar a execução do trabalho dos técnicos, garantindo máxima eficiência em seus serviços.

“Através do serviço de gestão de frotas, conseguimos endereçar de maneira completa as necessidades do negócio do cliente, possibilitando ganhos em segurança e produtividade. Adicionalmente, a solução também contempla a instalação de câmeras nos veículos, o que permitirá redução de custos com questões trabalhistas”, explica o Gerente Sênior de Marketing, Produtos e Inovação B2B da Vivo, Diego Aguiar.

O Vivo Frota Inteligente é uma solução completa para frotistas que precisam aumentar sua taxa de disponibilidade com foco em atender melhor o seu cliente final, controlar melhor os condutores autorizados, saber por onde circulam os veículos e como são dirigidos, e com isso identificar as oportunidades de melhoria. Uma solução composta não somente pela conectividade embarcada, mas também pelos dispositivos instalados, além de uma plataforma de gestão e controle em tempo real que possibilita ao administrador acompanhar o desempenho da sua frota. O cliente também conta com uma gama completa de serviços de campo e suporte especializado 24x7.

A Internet das Coisas é uma linha de negócio relevante para a Vivo. Atualmente, no segmento B2B, as ofertas e produtos de conectividade gestionada (M2M), Big Data e IoT caminham juntos para proporcionar aos clientes corporativos soluções integradas de alto valor ao seu negócio, aderentes às necessidades das empresas. Hoje, a Internet das Coisas é transversal à estratégia de negócios da Vivo, e as oportunidades no mercado brasileiro são gigantescas: telemetria veicular, gestão de frotas, segurança, cidades inteligentes, eficiência energética, agronegócio, dentre outras inúmeras possibilidades.

“IoT já se mostra como um pilar estratégico no processo de digitalização das empresas, garantindo maior produtividade e otimização de custos. Somos líderes no mercado brasileiro de conectividade gestionada com nossa plataforma Vivo Kite, que possibilita aos nossos clientes gerenciamento completo de suas linhas. Essa experiência suporta nossa evolução na camada de valor em todo o ecossistema de soluções IoT, incluindo o segmento de gerenciamento de frotas”, explica Diego.

Atualmente, a Vivo conta com mais de oito milhões de dispositivos conectados no segmento M2M-IoT - do qual segue líder de mercado com 42% de Market Share - sendo que mais da metade desses dispositivos são gerenciados na plataforma Vivo Kite.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

10/09/2019
Anatel ajusta regras de IoT, mas tributo ainda é maior barreira

02/09/2019
Rede IoT da American Tower envia mais de 7 milhões de mensagens por dia

19/08/2019
Anatel faz audiência pública sobre redução de barreiras à IoT

16/08/2019
Agro 4.0 passa por recursos vindos da aprovação do PLC 79/16

14/08/2019
5G e Internet das Coisas são prioridades para os países do BRICS

08/08/2019
Varejo aposta em eletrônicos com inteligência artificial

05/08/2019
Brasil chega a 22,21 milhões de dispositivos IoT

02/08/2019
MCTIC vai aportar R$ 8 milhões em projetos para internet das coisas

01/08/2019
Anatel abre debate sobre regras para reduzir barreiras à internet das coisas

31/07/2019
Escassez de talentos e complexidade travam projetos de Internet das Coisas

Destaques
Destaques

América Latina tem menos de 20% de espectro disponível para novos serviços móveis

Mesmo o Brasil, que tem 609 MHz de espectro destinado aos serviços, fica bem abaixo dos 1960Mhz recomendados pela União Internacional das Telecomunicações (UIT) para 2020.

5G vai chegar a quase 60% da população em 2025

Tecnologia vai crescer muito mais rápido do que qualquer outra geração sem fio, revela estudo de megatências feito pela Huawei. O estudo também prevê que o volume anual de dados globais chegue a 180 ZB (1 ZB = 1 trilhão de GB).

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Carro autônomo: decisões baseadas em dados vão evitar acidentes?

Por Rogério Borili *

O grande debate é que a inteligência dos robôs precisa ser programada e, embora tecnologias como o machine learning permitam o aprendizado, é preciso que um fato ocorra para que a máquina armazene aquela informação daquela maneira, ou seja, primeiro se paga o preço e depois gerencia os danos.


Copyright © 2005-2019 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site