Home - Convergência Digital

Gigante de TI traz para o Brasil plataforma gratuita de capacitação em Inteligência Artificial

Convergência Digital - Carreira
Convergência Digital* - 17/05/2019

A Microsoft anunciou nesta sexta-feira,17/05, o lançamento de uma nova plataforma de ensino, o AcademIA, que disponibilizará 12 módulos gratuitos sobre inteligência artificial (IA) – desde a introdução básica à tecnologia, à sua linguagem de programação e aplicações. A iniciativa faz parte do compromisso da Microsoft de democratizar a inteligência artificial, proporcionando capacitação na tecnologia para profissionais no mercado de trabalho e para estudantes, com o objetivo de aprimorar as habilidades necessárias para os empregos do futuro.

O lançamento da plataforma foi feito pelo VP Global de Educação da Microsoft, Anthony Salcito, que ressaltou a necessidade da inserção da tecnologia para preparação dos profissionais para o futuro do trabalho. "Precisamos considerar que 65% dos alunos de hoje farão trabalhos que ainda não existem", explica.

A iniciativa conta com cinco parceiros estratégicos: Recode, IOS – Instituto de Oportunidade Social, Instituto Gerando Falcões, The Trust for The Americas, Eidos e ATN – Associação Telecentro de Informação e Negócios. A Microsoft está aberta a novas parcerias para facilitar o acesso à plataforma AcademIA, beneficiando mais profissionais e interessados em aprender sobre inteligência artificial.

O curso de Inteligência Artificial contempla 12 módulos, sendo eles: "Introdução à Inteligência Artificial", "Introdução a Python para Ciência de Dados" – ambos já estão disponíveis em português – além de "Matemática Essencial para Machine Learning: Edição Python", "Leis e Ética para Dados e Analytics", "Métodos de Pesquisa para Ciência de Dados: Edição Python", "Princípios de Machine Learning: Edição Python", "Explicações sobre Deep Learning", "Explicações sobre Reinforcement Learning", "Processamento de Linguagem Natural (NPL)", "Sistemas de Reconhecimento de Voz", "Visão computacional e Análise de Imagens" e "Microsoft Professional Capstone: Inteligência Artificial".

Também estão na grade curricular da plataforma cursos sobre inovação e nuvem. São oito conteúdos de "Administrador do Azure" e seis de "Azure Developer", além de 18 aulas sobre "Ciências de Dados" e outras seis sobre "Ambiente de Trabalho Moderno". A previsão é que até 2020 todos os cursos da plataforma AcademIA estejam disponíveis em português. Conheça mais sobre a AcademIA.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

12/09/2019
STF abre pregão de R$ 2 milhões para contratar inteligência artificial

04/09/2019
Petrobras busca startups para criar software para robótica e Inteligência Artificial

28/08/2019
Direct One recebe aporte de R$ 15 milhões para unir IA à cloud

26/08/2019
Uso de robôs vai crescer 10 vezes até 2030

20/08/2019
Intel embute Inteligência Artificial em chip para datacenters

15/08/2019
MediaTek quer levar Inteligência Artificial para o consumidor em IoT

08/08/2019
CPqD desenvolve plataforma open source de IA voltada ao agronegócio

07/08/2019
Há uma demanda enorme por profissionais para Inteligência Artificial

02/08/2019
Serpro reabre consulta para comprar solução de inteligência artificial

01/08/2019
Brasileiro tem pé atrás com as inovações da Inteligência Artificial

Veja mais artigos
Veja mais artigos

A urgência de cultivar talentos para TIC no Brasil e no mundo

Por Breno Santos*

A transformação digital ainda é um desafio para muitas empresas no Brasil e a aplicação estratégica das novas soluções deve acontecer por meio de equipamentos e mão de obra qualificada.

Destaques
Destaques

TRT julga dissídio coletivo de TI em São Paulo

Decisão garante reajuste de 3,43% em todas as cláusulas econômicas e ainda prevê que nenhum trabalhador pode ser demitido nos 90 dias a contar de 28 de agosto. 

TICs vão demandar 700 mil novos profissionais na Indústria em cinco anos

Dados são do Mapa do Trabalho Industrial, feito pelo SENAI, que indicam ainda a urgência na qualificação de 10,5 milhões de trabalhadores em ocupações industriais por conta da indústria 4.0. Um dos especialistas em alta é o condutor de processos robotizados, com um incremento de 22% no número de vagas.

Dizer não é saudável para o ambiente de trabalho

A posição é defendida pelo diretor geral da Robert Half, Fernando Mantovani. Segundo ele, acumular tarefas e colocar prazos em conflito é um risco alto.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site