Home - Convergência Digital

Plataforma gratuita CODE-IoT da Samsung qualifica mais de 50 mil pessoas no Brasil

Convergência Digital - Carreira
Da redação - 10/06/2019

Quase 50 mil pessoas interessadas em tecnologia estão interagindo com a plataforma CODE-IoT, desenvolvida pela Samsung, em parceria com o LSI-TEC (Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológico), da USP. Voltada para ensino fundamental e médio e para o leigo, a CODE-IoT, conta a gerente de Cidadania Corporativa da Samsung Brasil, Isabel Costa, despertou também a atenção dos alunos de graduação universitária. "Tanto é assim que estamos preparando módulos para esse tipo de profissional, que tem uma outra expectativa de um curso online", revela.

As aulas na plataforma CODE-IoT são divididas em três etapas, com seis cursos de duração de 6 semanas (em português, espanhol e inglês). Entre os temas abordados estão introdução à Internet das Coisas; Aprendendo a Programar; Eletrônica: Conceitos e Componentes Básicos; Programação Física; Aplicativos para Dispositivos Móveis; e Objetos Inteligentes Conectados.

Quem também ganhou atenção especial foram os professores. Mas para eles, as aulas são presenciais, realizadas em um sábado. "É claro que eles podem e devem interagir com a plataforma online, mas precisam ter uma preparação especial. Deu tão certo, que no dia 14 de junho, vamos para Manaus preparar 400 professores", conta Isabel Costa.

Para ela, o ensino de programação precisa ser obrigatório nas escolas, não apenas porque TICs têm oportunidades de emprego não preenchidas, mas porque prepara o aluno para o pensamento lógico, necessário em tantas outras funções do mercado. O CODE-ioT é uma iniciativa da Samsung Brasil, a partir de modelos da matriz, mas já está sendo replicado em outros países. "Pensamos em IoT porque há um campo imenso de oportunidades". Assistam a entrevista com Isabel Costa, gerente de cidadania corporativa da Samsung Brasil.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

13/06/2019
Banco Itaú monta estratégia para reter os melhores profissionais

13/06/2019
Senai faz acordo com AWS para ensinar tecnologia a 2,5 milhões de alunos

10/06/2019
Plataforma gratuita CODE-IoT da Samsung qualifica mais de 50 mil pessoas no Brasil

16/05/2019
Assespro é contra a regulamentação da profissão de TICs

10/05/2019
Startup de Curitiba cria plataforma gratuita com mais de 77 cursos diferentes

06/05/2019
Quem são os novos CIOs, CDOs e CTOs na TI brasileira?

02/05/2019
São Paulo, Santa Catarina e Rio Grande do Sul lideram a busca por profissionais de TI

18/04/2019
Ciência na Escola terá R$ 100 milhões para formar cientistas

17/04/2019
BRQ: Desafio imediato do Brasil é escalar 1 milhão de novos trabalhadores para TICs

15/04/2019
Sem profissionais qualificados, Brasil pode esquecer a transformação digital

Veja mais artigos
Veja mais artigos

O futuro do trabalho colocado à prova

Por Luiz Camargo*

Novas profissões exigem também novas habilidades para acompanhar a revolução digital. Os novos empregos certamente irão demandar habilidades analíticas, matemáticas e digitais, com um toque de neurociência.

Destaques
Destaques

Falta de mão de obra qualificada espanta investidores no Brasil

Mais de 50% dos jovens brasileiros podem ficar fora do mercado de trabalho por falta de qualificação e de habilidades digitais. A advertência foi feita por especialistas que debateram sobre educação e capacitação digital no Painel Telebrasil 2019.

Assespro é contra a regulamentação da profissão de TICs

Entidade das empresas de TI se posiciona contrária ao PLS 317/17. que passa a exigir diploma de profissões como Analista de Sistemas, desenvolvedor, engenheiro de sistemas, analistas de redes, administrador de banco de ados, suporte e profissões correlatas.

Mais de meio milhão de brasileiros trabalham com TICs

Raio-X do mercado de trabalho nos últimos 10 anos, feito pela Softex, mostra que o salário médio de R$ 6 mil.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site