INOVAÇÃO

Cesar Manaus é credenciada pela Lei de Informática

Convergência Digital ... 10/07/2019 ... Convergência Digital

A unidade de Manaus do CESAR foi credenciada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) a executar atividades de pesquisa, desenvolvimento e inovação em tecnologias da informação e comunicação por meio da Lei de Informática (8.248/91) – que isenta empresas privadas fabricantes de equipamentos eletroeletrônicos de pagar Imposto sobre Produto Industrializado (IPI), com a contrapartida de investimentos em P&D. Desta forma, o CESAR Manaus está agora habilitado a receber investimentos de companhias interessadas em participar de projetos de pesquisa no centro de inovação.

De acordo com Eduardo Peixoto, Chief Design Officer (CDO) do CESAR, a medida deve trazer mais competitividade ao setor de tecnologia do país. “Investir em pesquisa e desenvolvimento, principalmente na área de tecnologia, é uma estratégia crucial para garantir o crescimento sustentável de um país. O Brasil, contudo, gasta muito pouco com o segmento anualmente”, pondera Peixoto. Segundo dados do MCTIC, investe-se cerca de R$ 80 bilhões em pesquisa e desenvolvimento por ano, somando gastos das iniciativas pública e privada – valor que representa menos de 1,3% do Produto Interno Bruto (PIB).

Uma das consequências mais graves deste gap de investimentos se reflete na baixa produtividade. Segundo o levantamento Brazil Digital Report de 2019, da consultoria McKinsey, a produtividade brasileira evoluiu muito pouco em quase três décadas. O ganho anual de produtividade no Brasil entre 1990 e 2018 foi de apenas 1,3%. Como base de comparação, na China este ganho foi de 8,8% ao ano no período, enquanto que na Índia foi de 5% e no Chile, nosso vizinho latino-americano, foi de 3%.

O CESAR tem unidades em Recife, Curitiba, Sorocaba e Manaus, regiões com forte presença do setor produtivo e elevadas demandas por conhecimento tecnológico. A unidade de Manaus tem se destacado, inclusive, no ramo de pesquisa em Internet das Coisas (IoT), segmento considerado o futuro da automação, que tem crescido exponencialmente com o surgimento de gadgets cada vez mais disruptivos e do aumento do consumo de dados no mundo todo. Atualmente, dois em cada três brasileiros têm acesso a smartphones e à internet e passam mais de nove horas por dia conectados. O Brasil figura hoje o 3º lugar entre os países que mais usam as principais plataformas de mídia social.

*Com informações do CESAR Manaus


Cloud Computing
Backup e arquivamento de dados pessoais são os maiores riscos à privacidade de dados

Nos próximos dois anos, as organizações que não revisarem as políticas de retenção de dados para reduzir o volume de informações armazenadas e, por extensão, os dados que são copiados, enfrentarão um enorme risco de não conformidade, bem como os impactos, no bolso, de uma eventual violação.

TICs em Foco - TRANSFORMAÇÃO DIGITAL
Prever. Prevenir. Detectar e Responder

Essas são a exigência da remodelagem da gestão de riscos e da segurança organizacional nas corporações.

DBServer: competitividade exige uma nova maneira de fazer software

Ao completar 25 anos, a companhia gaúcha investe em novas tecnologias, entre elas, Blockchain, com o lançamento, em setembro, de um projeto dedicado à área de saúde, conta Verner Heidrich.

Serviços de voz estão mais vivos do que nunca na jornada digital

Quem pensa que os serviços de voz serão secundários está cometendo um erro, pontuou Douglas Silva, executivo da AWS. "Acreditamos que nos próximos 24, 36 meses a voz vai evoluir de apenas serviço informacional para transacional".

Febraban: o céu é o limite para modelos de negócios com blockchain

A blockchain bancária é ainda uma produção pequena, mas é um marco para o setor, observa o diretor setorial de Tecnologia da Febraban, Gustavo Fosse. Sobre o Open Banking, a única certeza é que ele vai vir e já no ano que vem.

Distributed Ledger: open source e blockchain unem esforços

Para o diretor de DCX das Capgemini, Thiago Nascimento, a tecnologia de livro-razão (Distributed Ledger) será disruptiva e exigirá a interoperabilidade do setor financeiro.

AWS vira aceleradora virtual de projetos voltados à educação no Brasil

Iniciativa, que foi lançada há dois anos nos EUA, já destinou US$ 2 milhões para startups e empresas de tecnologias da área educacional. Prazo para a análise de um projeto é de 12 dias. "É para fazer acontecer mesmo", disse o country manager do setor público da AWS, Paulo Cunha.



  • Copyright © 2005-2019 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G