Home - Convergência Digital

Mulheres buscam certificação para serem as guardiãs dos dados com a LGPD

Da redação - 23/08/2019

Uma das funções mais disputadas do mercado de TI no Brasil a partir de agora, o Data Protection Officer, o guardião dos dados corporativos, está atraindo as mulheres, revela a VP de Articulação Política da Federação Assespro, Leticia Batistela. A Assespro Rio Grande do Sul, onde atua, conduziu um piloto de certificação de DPOs e houve uma boa procura por parte das mulheres. "Temos também instrutoras mulheres. Isso é muito bom porque é uma área que é multidisciplinar", pontou.

O bom ou a boa DPO terá de ter noções não apenas de administração de empresas ou ser uma cientista de dados. Ela terá de entender disciplinas de Humanas e Exatas ao mesmo tempo, e, dependendo do projeto, misturam a necessidade também de disciplinas Biológicas. São os chamados profissionais híbridos e que vão ser responsáveis pelos dados das corporações com a vigência da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, que entra em vigor no segundo semestre de 2020.

Com relação à atração das jovens e das meninas para a TI, Leticia Sabatela diz que a inspiração faz a diferença. "Temos de inspirar as meninas a fazer TI. Ela tem de se enxergar em um cargo de chefia, programando um software". Leticia Sabatela participou do MyINova Summit 2019, realizado em Curitiba. Assistam a entrevista.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

10/08/2020
Oracle: É preciso acelerar o Marco Legal das startups

04/08/2020
Linktel prepara piloto com Wi-Fi 6E no aeroporto de Salvador

04/08/2020
Wi-Fi 6 e Wi-Fi 6E em 6GHZ abrem o B2B para os provedores Internet

04/08/2020
Wi-Fi 6 e Wi-Fi 6E não concorrem com o 5G, sustenta HPE/Aruba

03/08/2020
Bemol quer Wi-Fi 6 e Wi-Fi 6E para levar banda larga para quem não tem nem 3G

30/07/2020
Anatel define se faixa de 6GHz será 100% não licenciada ou terá 500 MHz para as teles

30/07/2020
Abranet: faixa de 6GHz não licenciada vai aumentar a competição

17/07/2020
4G LTE faz Neoenergia avaliar 5G para missão crítica no Brasil

08/07/2020
Abastecimento de PCs vai normalizar em setembro/outubro

08/07/2020
Positivo Tecnologia: "Falta PC para vender no varejo"

Destaques
Destaques

Venda de smartphones piratas dispara 135% no 1ºtri no Brasil

Tombo no primeiro trimestre foi de 8,7% - e chegou a 22,4% entre os aparelhos mais simples. Alta do dólar e a falta de componentes impactaram a venda dos dispositivos no país.

Tempo é um luxo que o Brasil não tem para fazer o 5G

Pesquisa da Omdia, ex-Ovum, em parceria com a Nokia, mostra que, nos próximos 15 anos, o 5G vai gerar R$ 5,5 trilhões para o País, sendo o governo beneficiado com o adicional de quase R$ 1 bilhão em receita com os serviços 5G.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Uma escolha de Sofia no leilão de 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

Em um país democrático, como o Brasil, sem análise estratégica, não daria para arriscar em dispor, comercial e tecnologicamente, de “uma cortina de ferro ou uma grande muralha” para restringir fornecedores no mercado de telecomunicações.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site