Home - Convergência Digital

Verticais do 5G vão triplicar o mercado das operadoras

Luís Osvaldo Grossmann - 06/11/2019

O mercado consumidor é a porta de entrada para o 5G, como indicam os lançamentos já realizados pelo mundo. Velocidades maiores podem ser monetizadas com novos planos e novos serviços, em um potencial mercado global de US$ 1 trilhão. Mas como ressalta o diretor de soluções da Nokia para a América Latina, Wilson Cardoso, muito maior é o potencial das novas verticais. 

“Com base nos mercados internacionais, temos visto potencial de novas receitas, mesmo em mercados mais simples, como na banda larga móvel. Mas o grande potencial vem das verticais. E isso precisa começar agora, porque a implementação é muito mais complexa”, afirmou o executivo durante o Workshop 5G no Brasil. 

“Não é só rede, mas pessoal de operação, instalação, contato com clientes. É sair do mercado consumidor para o mercado de verticais. Essa transição é mais complexa e vai levar tempo. Estimamos que esse mercado no mundo inteiro seja de US$ 2 trilhões, esse é o potencial que temos que trazer para o mercado brasileiro. E quando mais cedo começar, melhor vamos explorar esse mercado. Se as operadoras não explorarem, outras vão explorar”, insistiu. 

Afinal, o investimento no 5G abre novas possibilidades para além do mercado tradicional. “A rede é a mesma. Se usar somente para consumidor, vai ter um grande investimento rentabilizando muito menos. Se usar a rede para consumidores e para um mercado duas vezes maior que o mercado de consumidores, vai rentabilizar a rede melhor e trazer resultados no retorno de investimento.”

Daí a avaliação de que quando antes forem licitadas as frequências do 5G, melhor a preparação para esse novo mercado. “Quanto mais cedo se investir nisso e olhar esse mercado, o retorno de investimento será melhor. E do ponto de vista de espectro que está no edital, possibilita essa evolução. É olhar e começar a atacar essas verticais desde agora. Em tecnologia não falta nada. Em mercado também não. O que falta é começar com o edital e na mudança que precisa ser feita no modo de pensar.”

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

29/09/2020
NXP fabrica chip alternativo para 5G nos EUA

29/09/2020
Para TIM, migração para banda Ku vai atrasar ainda mais 5G

29/09/2020
TIM: OpenRAN é caminho para Brasil sair do atraso no 5G

29/09/2020
Leilão 5G é prioridade do Ministério da Economia

28/09/2020
Microsoft entra no 5G para brigar com Nokia e Ericsson

25/09/2020
OpenRAN aberta: o xeque-mate do xadrez geopolítico do 5G

24/09/2020
Com 114 redes ativadas, 5G já tem 138 milhões de acessos no mundo

22/09/2020
Economia prefere, mas não garante, leilão 5G não arrecadatório

22/09/2020
Para TIM, 5G não comporta neutralidade de rede

22/09/2020
Anatel: Crise afetou condições e preço do edital do 5G

Destaques
Destaques

Vitor Menezes, Minicom: Vamos brigar por um leilão 5G não arrecadatório

O Ministério das Comunicações sinalizou às operadoras que trabalha para convencer os colegas de Esplanada a concentrar os valores envolvidos no leilão do 5G em compromissos de cobertura, minimizando o preço a ser pago ao Estado, afirmou o secretário de Telecomunicações, Vitor Menezes, ao participar do Painel Telebrasil 2020.

Claro: Sem antenas, São Paulo fica fora do 5G

CEO da Claro, Paulo Cesar Teixeira, criticou a miopia de executivos que ainda insistem em colocar restrições à implantação de antenas, como acontece na cidade de São Paulo. "5G é a grande plataforma para permitir um salto econômico mais vigoroso", advertiu.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Internet 5G traz disrupção para Telecomunicações até no modelo de negócio

Por Eduardo Grizendi*

Na RNP, estabelecemos um objetivo estratégico ambicioso – o de prover uma ciberinfraestrutura, segura, de alto desempenho e disponibilidade e, ao mesmo tempo, ubíqua, onipresente, em qualquer lugar e a qualquer hora, para nossas comunidades de educação, pesquisa e inovação.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site