TelComp: 5G terá novos atores no ecossistema de Telecomunicações

Ana Paula Lobo e Rodrigo dos Santos ... 07/11/2019 ... Convergência Digital

Como competir e criar valor em tempos de 5G é o tema do XII Seminário TelComp 2019, que acontece no dia 12 de novembro, em São Paulo. Em entrevista à CDTV, do portal Convergência Digital, o presidente-executivo da entidade, João Moura, assegura que toda e qualquer operadora de telecomunicações- de que porte tenha - está com o radar ligado para entender quais mudanças o 5G vai trazer.

"É certo que o 5G não é um novo G para dar mais velocidade. O 5G vai fazer uma mudança estrutural nas telecomunicações. As operações das prestadoras vão passar por transformações estruturais e o os modelos de negócios serão afetados no mundo", afirma Moura. Segundo ele, o 5G exigirá uma infraestrutura baseada em fibra ótica, mas não será qualquer uma. "Ela terá de cumprir requisitos técnicos para suportar as novas aplicações que estão por vir", acrescenta.

Sobre o XII Seminário TelComp, João Moura diz que o 5G vai trazer novos atores para o ecossistema 5G e acelerar os processos de fusões e aquisições no Brasil e no mundo. "Haverá uma exigência natural por mais musculatura financeira e de operações", diz. E o evento trará para o debate, os investidores, que estão interessados em entender esse novo mundo do 5G e que podem formar alianças e parcerias com o ecossistema de telecomunicações.

Para João Moura, 5G tem de ser uma prioridade de Estado. " Não adianta ter os recursos tecnológicos mais avançados disponíveis se eles não serão usados nas escolas, nos hospitais, na saúde e na educação. O Governo é um grande fomentador e precisa entender a transformação do 5G", preconiza. Assista a entrevista com o presidente-executivo da TelComp, João Moura.


Internet Móvel 3G 4G
Para TIM, migração para banda Ku vai atrasar ainda mais 5G

Presidente da operadora, Pietro Labriola, diz que opção pelos filtros nas parabólicas é saída mais pragmática. “Não podemos leiloar uma frequência que ficará ociosa”, afirma.

SindiTelebrasil muda marca para Conexis. Rodrigo Abreu, da Oi, assume comando

Abreu substitui o presidente da Algar Telecom, Luiz Alexandre Garcia, que ficou à frente da entidade nos últimos cinco anos. Prioridades de Abreu são o leilão 5G e fazer valer a Lei das Antenas no dia a dia real das teles.

Relator no Senado propõe desoneração de IoT e VSats sem mudar texto da Câmara

Relator do PL 6549/19 na CCT, senador Vanderlan Cardoso (PSD-GO) sustenta que isenção de Fistel, Condecine e CFRP vai, na prática, aumentar a arrecadação . “Ganho líquido na arrecadação será de R$ 2,9 bilhões”, afirma. 

Empate suspende decisão do STF sobre desbloqueio de celular em 24 horas

Operadoras questionam no Supremo uma lei do Rio de Janeiro que determina o desbloqueio da linha 24 horas após quitação de dívida. Placar está em 5 a 5. 

Para Oi, assinatura básica teria que ser acima de R$ 100 para pagar concessão

Presidente da Oi, Rodrigo Abreu, diz que a pandemia foi ruim para o setor e que a busca pelo equilíbrio é fundamental. “O ‘break even’ seria mais caro que um pacote básico de banda larga."

Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G