SEGURANÇA

Consciência é a maior vacina contra os riscos cibernéticos

Ana Paula Lobo e Pedro Costa, do Rio de Janeiro ... 24/03/2020 ... Convergência Digital

O comportamento mais seguro na Internet passa pela adoção de uma série de mudanças e de ações distintas para os diferentes públicos na segurança da informação, observa Edilson Lima, gerente do Centro de Atendimento a Incidentes de Segurança (CAIS), da Rede Nacional de Pesquisa.

Segundo ele, que esteve à frente do grupo que organizou a 14ª edição do Dia Internacional de Segurança em Informática (DISI), realizada no dia 13 de março, no Rio de Janeiro, as ações da RNP passam por falar para os gestores - que são que ordenam e traçam as diretrizes de segurança; ao grupo técnico, que coloca as diretrizes na prática, e ao usuário final.

"A consciência é a maior vacina que temos contra os riscos cibernéticos. É preciso que o usuário entenda, cumpra e aceite a política de segurança da informação determinada pela empresa. Mas é fato também que os riscos cibernéticos mexem com o indivíduo nos seus equipamentos pessoais. Por isso a consciência é tão necessária", orienta Edilson Lima.


Consciência é a maior vacina contra os riscos cibernéticos

Em tempos de home office por conta do coronavírus, o gerente de segurança do CAIS/RNP, Edilson Lima, diz que cabe ao usuário redobrar seu cuidado. "Cada um tem de fazer sua parte", afirma.

Cibercrime usa Coronavírus para roubar dados pessoais no WhatsApp

Golpe oferece suposto kit gratuito com máscara e álcool gel - a ser dado pelo Governo Federal - para atrair as pessoas mais nervosas em relação à pandemia.

RNP terá programa para formar profissionais em Segurança Cibernética

O diretor da área na Rede Nacional de Pesquisa, Emilio Nakamura, assegura que a intenção é 'acelerar a formação de novos profissionais não apenas na Academia, mas também na inovação aberta'.

GSI: Educar o cidadão é o pilar da estratégia de segurança cibernética

Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República troca de marca - sai o cadeado e entra uma chave - para mostrar ao brasileiro que ações próativas são essenciais. "Não podemos atuar apenas como bombeiros nos ataques cibernéticos", afirma Ulisses Peixoto.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G