INCLUSÃO DIGITAL

No Brasil, 58% dos usuários usam apenas o celular para acessar à Internet

Ana Paula Lobo ... 26/05/2020 ... Convergência Digital

O celular é o principal meio de acesso à Internet de 58% dos usuários da rede mundial no País, revela a TIC Domicílios 2019, divulgada nesta terça-feira, 26/05, pelo Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br) do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br).

O estudo mostra que o celular é o único meio de acesso à Internet de 85% dos usuários das classes D e E e de 70% dos usuários nas áreas rurais. Se somar os acessos das classes A, B e C, o celular é usado por 99% da população para ter algum tipo de acesso à rede mundial. O uso exclusivo do telefone celular também predomina entre a população preta (65%) e parda (61%), frente a 51% da população branca.

Pelo quarto ano consecutivo, a pesquisa verificou uma redução da presença de computadores nos domicílios, passando de 50% em 2016 para 39% em 2019. Os computadores estão presentes em 95% dos lares da classe A, mas aparecem em menos da metade - 44% - dos lares da classe C e em apenas 14% dos domicílios das classes D e E. Um dado curioso é o avanço das TVs no acesso à Internet. A massificação do streaming e do consumo de vídeos  e as TVs inteligentes colocam TVs quase no mesmo patamar dos PCs nas classes mais abastadas - 42% a 37%. 

O estudo aponta que sssistir a vídeos (74%) e ouvir música (72%) também estão entre as atividades mais realizadas pelos usuários de Internet brasileiros. Isso corresponde a pouco mais da metade da população acima dos 10 anos que realiza tais atividades (56%), havendo, nos últimos anos, uma ampliação do consumo via streaming, mas poucos ainda pagam pelo consumo. O pagamento para assistir a filmes e séries na Internet ocorre em quase a metade dos indivíduos da classe A, e cerca de um terço da classe B, sendo pouco comum entre usuários das classes C, D e E.

Em termos de penetração de acesso à Internet, a desigualdade digital é uma marca da TIC Domicílios 2019. Se na região sudeste, ela é de 75%, na região Nordeste, o percentual cai para 65%. "A verdade é que nas classes A e B e até na C, o acesso à Internet se massificou com a combinação dos dispositivos. O nosso grande gargalo segue sendo as menos favorecidas, as classes D e E, que seguem sem conexão, sem equipamentos e só com o celular", observa Alexandre Barbosa, gerente do CETIC.br.

O levantamento também mostra que o Brasil conta com 134 milhões de usuários de Internet, o que representa 74% da população com 10 anos ou mais. Apesar do aumento significativo nos últimos anos na proporção da população brasileira que usa a Internet, cerca de um quarto dos indivíduos (47 milhões de pessoas) seguem desconectadas.


Licitação do MEC abre espaço para MVNOs na oferta de banda larga móvel gratuita

Propostas têm de ser enviadas ao governo até o dia 17. Contratação acontece ainda em julho. O preço de referência da RNP para este processo é de R$ 0,56 GByte/mês sem ICMS, considerando um pacote de dados de 20 Gbytes, para a quantidade de 5.000 alunos. 

MEC exige energia elétrica nas escolas para levar banda larga

Escolas precisam também estar  em área de cobertura terrestre ou via satélite, e ter mais de 14 matrículas em 2020. 

No Brasil, 4,8 milhões de crianças e adolescentes não têm acesso à Internet

A desigualdade digital e social se evidencia quando se constata que a maior parte dos sem acesso está nas classes D e E e nas regiões Nordeste e Norte. O celular é o meio principal de contato com a rede social.

No Brasil, 39% dos alunos das escolas públicas não têm PCs, notebook ou tablet para estudar

A TIC Educação 2019 constata ainda que nas escola rurais, apenas 40% delas têm um PC ou uma conexão à Internet.

Brasil soma 424 milhões de dispositivos digitais em uso. Smartphone é o rei

São 234 milhões de smartphones em uso no País e 190 milhões de computadores, revela pesquisa da FGVcia/SP. Em 2019, foram 12 milhões de PCs vendidos. Em 2020, a Covid-19 exigiu a troca de dispositivos e deverá incrementar o mercado, diz o professor Fernando Meirelles.

Aloo Telecom cede rede de fibra ótica para viabilizar UTI virtual

A Aloo Telecom é responsável por toda a tecnologia por trás do projeto UTI Virtual, em pareria firmada com o Hospital do Coração (HCOR) e a Fundação Cardiovascular de Alagoas (Cordial). Aliança permitirá atendimento em tempo rela para 100 leitos nos hospitais do SUS de Alagoas.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G