Home - Convergência Digital

Ministério da Justiça multa TIM em R$ 800 mil por bloqueio após franquia

Luís Osvaldo Grossmann - 19/06/2020

A Secretaria Nacional do Consumidor, do Ministério da Justiça, aplicou a multa de R$ 800 mil contra a TIM. A Senacon acusa a operadora de violação do dever de informação e publicidade enganosa decorrentes do bloqueio de acesso à internet após o esgotamento de franquia de dados. O processo foi iniciado em 2015.

O Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor questiona a adoção das medidas de redução da velocidade e posterior suspensão do serviço depois de esgotada a franquia prevista contratualmente e alega que a TIM não informou devidamente os clientes sobre o assunto. 

“Do modo como ocorreu a alteração, sem a devida informação aos consumidores de forma clara e inequívoca, o fornecedor ofendeu vários direitos básicos previstos no Código de Defesa do Consumidor”, alega o DPDC no processo administrativo. 

A TIM evitou comentar. Em nota, “informa que ainda não recebeu notificação do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor e seguirá com as medidas cabíveis após tomar conhecimento do teor da decisão”. 

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

10/07/2020
TIM avança com proposta de conta digital única para as teles

10/07/2020
TIM e C6 Bank combinam pacote de dados e cartão sem anuidade em nova oferta

09/07/2020
No Brasil, TIM nega descarte da Huawei para rede 5G

08/07/2020
TIM acaba com acesso grátis às chamadas de voz e vídeo do WhatsApp e Messenger

08/07/2020
Governo recria Conselho Nacional do Consumidor e inclui Anatel

07/07/2020
Anatel assina com TIM primeira troca de multa por investimentos

03/07/2020
STF decide que Lei estadual que proíbe fidelização é constitucional

02/07/2020
TIM atendeu três milhões de chamadas usando o Watson, na nuvem pública da IBM

02/07/2020
Depois da TIM, Vivo e Claro também são multadas em R$ 800 mil

26/06/2020
'Dados do bem', para combate à Covid-19, une TIM e rede Open D'Or

Destaques
Destaques

Tempo é um luxo que o Brasil não tem para fazer o 5G

Pesquisa da Omdia, ex-Ovum, em parceria com a Nokia, mostra que, nos próximos 15 anos, o 5G vai gerar R$ 5,5 trilhões para o País, sendo o governo beneficiado com o adicional de quase R$ 1 bilhão em receita com os serviços 5G.

Covid-19 fez smartphone virar agência bancária com 41% das transações financeiras

As transações bancárias feitas por pessoas físicas pelos canais digitais foram responsáveis por 74% do total de operações analisadas em abril, revela a Febraban.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Uma escolha de Sofia no leilão de 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

Em um país democrático, como o Brasil, sem análise estratégica, não daria para arriscar em dispor, comercial e tecnologicamente, de “uma cortina de ferro ou uma grande muralha” para restringir fornecedores no mercado de telecomunicações.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site