Convergência Digital - Home

USP cria Bacharelado em Ciência de Dados

Convergência Digital
Convergência Digital* - 25/06/2020

O Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, crioiu um novo curso de graduação a partir do próximo ano: o Bacharelado em Ciência de Dados. Com duração de 4 anos, o curso terá 20 vagas e será em período integral.

O ingresso no Bacharelado em Ciência de Dados será realizado, tal como nos demais cursos da USP, por meio do vestibular da Fuvest e também via Sistema de Seleção Unificada (Sisu), voltado aos participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). "O ICMC já oferece diversas oportunidades de graduação nas áreas de computação, matemática e estatística. A proposta do novo curso é inovadora, agrega todas essas áreas, e o Instituto reúne as competências necessárias para formar um bom profissional em ciência de dados", ressalta a diretora do ICMC, Maria Cristina Ferreira de Oliveira.

Os alunos que concluírem o Bacharelado em Ciência de Dados vão dominar conhecimentos e habilidades em campos como: algoritmos; estruturas de dados e programação; inteligência artificial, aprendizado de máquina e mineração de dados estruturados e não estruturados; modelagem, organização, armazenamento e gerenciamento de dados; modelagens matemáticas e estatísticas; otimização; inferência estatística; visualização científica e de informação. Além disso, os estudantes desenvolverão competências éticas, de comunicação e de pesquisa.

"O novo curso, juntamente com as demais iniciativas do Instituto, coloca o ICMC como um grande polo de ciência de dados no Brasil, atendendo uma enorme demanda do mercado de trabalho e também acadêmica", explica o professor Thiago Pardo, presidente da Comissão de Graduação do Instituto.

Entre as demais ações do Instituto, o professor ressalta as alterações efetuadas na grade curricular do Bacharelado em Estatística que, a partir deste ano, passou a se chamar Bacharelado em Estatística e Ciência de Dados; a formação complementar oferecida aos alunos pela ênfase em ciência de dados dos cursos de graduação do ICMC; a ênfase em ciência de dados proporcionada pelo Mestrado Profissional em Matemática, Estatística e Computação Aplicadas à Indústria (MECAI); o grupo de extensão DATA; o MBA em Ciência de Dados; e a realização regular da Escola Avançada de Big Data Analysis, cuja última edição foi em 2019.


Recrutadores e a dura tarefa de contratar cientistas de dados

O maior gargalo é encontrar profissionais adequados às demandas das empresas e o Brasil, hoje, é um exportador de talentos para outros países.

Destaques
Destaques

Metade das empresas no Brasil não confia na própria análise dos dados

Levantamento da Serasa Experian mostra ainda que 42% das companhias brasileiras admitem perder dinheiro com a má qualidade das informações. Má governança é vista como um desafio a ser superado. O mais grave: mais de 70% destão sem estratégia para superar essa etapa.

Dataprev vai comprar Inteligência Artificial e exige uso da nuvem pública

Estatal de TI não revela o montante a ser pago, mas diz que contrato será de 24 meses e inclui capacitação técnica dos funcionários, no modelo de serviços por demanda. Propostas devem ser enviadas até o dia 20 de julho.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Transformação digital exige eficiência no gerenciamento

Por Luiz Fernando Souza*

Prevenir é sempre melhor do que remediar. Essa é uma máxima que precisa ser aplicada à transformação digital, e vale quando falamos da gestão dos servidores. E as razões são simples: é menos sofrido, menos dolorido e mais barato manter uma rotina de trabalho focada na manutenção, preservando com inteligência dados e sistemas.

Jornada para a nuvem: evite as armadilhas e faça a coisa certa

Por Fábio Kuhl*

Até bem pouco tempo, a nuvem era inovação, hoje me arrisco a dizer que, em breve, uma commodity.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site