SEGURANÇA

Hackers apagaram R$ 1,3 milhão em multas de trânsito no Distrito Federal

Convergência Digital ... 29/07/2020 ... Convergência Digital

A Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público e Social (Prodep) do Ministério Público do Distrito Federal e dos Territórios e a Coordenação Especial de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado (Cecor) da Polícia Civil do DF deflagraram, nesta quarta, 29/7, uma operação, chamada “Backdoor”, para investigar o cancelamento de multas de trânsito por hackers em Brasília. 

Segundo o MPDFT, perícia apontou que a soma dos valores das multas canceladas indevidamente utilizando o mesmo esquema criminoso é de R$ 1.371.658,99, no período compreendido entre maio de 2019 a janeiro de 2020. Essas multas pertenciam a um total de 612 veículos. As restrições judiciais e administrativas desbloqueadas utilizando o mesmo modus operandi pertenciam a um total de 80 veículos.

Dessa forma, a ação desta quarta teve o objetivo de colher elementos de prova relativos ao cancelamento irregular de multas de trânsito por meio de invasão não autorizada em sistema informatizado do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran/DF). Foram cumpridos cinco mandados de prisão temporária e oito mandados de busca em residências e no trabalho dos investigados. 

As informações colhidas até o momento apontam que fraudes foram realizadas por meio de acesso ao sistema do Detran/DF, via Internet, por hackers, que se aproveitaram de vulnerabilidade existente, cancelaram multas e retiraram restrições judiciais e administrativas, permitindo inclusive o licenciamento e a transferência de propriedade de veículos com pendências. 

Constatou-se que as fraudes foram encomendadas pelos proprietários e usuários dos veículos a despachantes que, por sua vez, solicitavam que a alteração no sistema Getran fosse realizada por hackers. Verificou-se ainda participação de servidor cedido ao Detran/DF, que repassava informações internas a ex-despachante que comercializava as fraudes.

* Com informações do MPDFT


Prejuízo médio com violação de dados sobe para R$ 5,8 milhões no Brasil

Estudo da IBM mostra que o aumento no valor foi de 10,5% em relação a 2019. O levantamento traz uma advertência: aumentou o prazo para contenção do vazamento nas empresas para 115 dias. Credenciais roubadas ou nuvens com configurações incorretas foram as brechas para as invasões.

Segurança digital faz Oi ultrapassar a marca de 125 mil elementos monitorados em SOCs

SOCs, localizados no Rio de Janeiro e São Paulo, dão suporte à jornada digital de clientes públicos e privados e registrou um crescimento de 132% nas vendas de serviços gerenciados voltados à transformação digital.

PGFN alerta que é alvo de tentativa de fraude

Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional informa que nunca entra em contato para pedir doações ou para tratar de questões como pagamento de benefícios e auxílios ou restituição e resgate de valores.

Por Covid-19, biometria é excluída das eleições 2020 pelo TSE

Decisão foi tomada pelo presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Luis Roberto Barroso, em função do risco de contágio da Covid-19. Os leitores lde impressões digitais não podem ser higienizados a cada utilização, o que seria um risco considerável.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G