Home - Convergência Digital

Trump 'ordena' a venda do TikTok. Microsoft aparece como interessada

Convergência Digital* - 31/07/2020

Mais um capítulo da guerra fria dos Estados Unidos com a China. O presidente Donald Trump 'recomendou' à gigante chinesa ByteDance que venda o aplicativo Tik Tok, o mais popular hoje nos Estados Unidos, para que ele não venha ser proibido pelo governo sob a alegação de comprometimento de dados pessoais dos usuários. A Microsoft seria a empresa interessada em ficar com o aplicativo, segundo rumores no mercado dos EUA.

A ByteDance tem sede em Pequim, mas se tornou uma empresa global por conta do sucesso do aplicativo. A dona do Tik Tok é mais uma empresa atingida em cheio pela guerra fria entre EUA e China.

Na semana passada, o Comitê de Segurança Interna e Assuntos Governamentais do Senado dos EUA aprovou por unanimidade um projeto de lei que impede os funcionários federais do país de usarem o Tik Tok em dispositivos do governo. O projeto será retomado pelo Senado para votação. A Câmara dos Deputados já aprovou uma medida semelhante. Os valores a serem investidos na aquisição não foram revelados, nem se o governo dos Estados Unidos 'subsidiaria' a compra da Microsoft.

A ação de Trump contra o TikTok tem apoio de gigantes do País, entre eles, o Facebook. O CEO e fundador da rede social, Mark Zuckerberg, tem atacado abertamente o app chinês, que tem roubado usuários dos seus produtos. Em contragolpe, o CEO do TikTok, Kevin Mayer, anunciou que abrirá os algoritmos do aplicativo para a análise de outros, e cutucou os concorrentes americanos a fazerem o mesmo.

O TikTok é uma rede social em que os usuários gravam, editam e compartilham vídeos curtos em seus perfis. É especialmente popular entre os jovens, e já acumulou mais de 2 bilhões de downloads desde que foi lançada, no final de 2016 – foram 315 milhões apenas nos três primeiros meses de 2020.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

07/08/2020
TikTok e WeChat decidem enfrentar o governo de Donald Trump

05/08/2020
Infobip e GSMA para oferecer proteção à identidade digital

05/08/2020
Itaú abriu cerca de 1 milhão de contas pelo app no 1º semestre

03/08/2020
"TikTok é vítima inocente da loucura da política e da geopolítica"

31/07/2020
Trump 'ordena' a venda do TikTok. Microsoft aparece como interessada

31/07/2020
Coronavírus SUS vai rastrear contatos de infectados com covid-19

28/07/2020
Covid-19 triplicou uso de serviços públicos digitais

22/07/2020
Samsung inicia fabricação de smartwatches em Manaus

20/07/2020
Serpro vai contratar empresa para análise de 45 aplicativos móveis

16/07/2020
Giro Pronampe quadruplicou demanda de TI do Itaú Unibanco Empresas

Destaques
Destaques

Venda de smartphones piratas dispara 135% no 1ºtri no Brasil

Tombo no primeiro trimestre foi de 8,7% - e chegou a 22,4% entre os aparelhos mais simples. Alta do dólar e a falta de componentes impactaram a venda dos dispositivos no país.

Tempo é um luxo que o Brasil não tem para fazer o 5G

Pesquisa da Omdia, ex-Ovum, em parceria com a Nokia, mostra que, nos próximos 15 anos, o 5G vai gerar R$ 5,5 trilhões para o País, sendo o governo beneficiado com o adicional de quase R$ 1 bilhão em receita com os serviços 5G.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Uma escolha de Sofia no leilão de 5G

Por Juarez Quadros do Nascimento*

Em um país democrático, como o Brasil, sem análise estratégica, não daria para arriscar em dispor, comercial e tecnologicamente, de “uma cortina de ferro ou uma grande muralha” para restringir fornecedores no mercado de telecomunicações.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site