GESTÃO

Logicalis vence contrato de R$ 14,7 milhões na Dataprev

Ana Paula Lobo* ... 31/08/2020 ... Convergência Digital

A Logicalis será a fornecedora de comunicação unificada da Dataprev. A fornecedora venceu a licitação, orçada em R$ 14,7 milhões, conforme o divulgado no Diário Oficial da União desta segunda-feira, 31/08.

O acerto prevê que a Logicalis forneça comunicação unificada por demanda, contemplando videoconferência, telefonia IP, central de atendimento, com serviços de manutenção e suporte técnico. O contrato foi assinado no dia 28 de agosto.

O Convergência Digital publica o informe publicado no Diário Oficial da União (obs: PTLS serviços de tecnologia é o nome oficial da Logicalis)

Processo nº 44101.000002/2020-98 - Ata de Registro de Preços/Pregão Eletrônico nº 671/2020. Contratada: PTLS SERVICOS DE TECNOLOGIA E ASSESSORIA TÉCNICA LTDA. - CNPJ nº 09.162.855/0002-74. Objeto: Contratação de Solução de Comunicação Unificada, contemplando videoconferência, telefonia IP, central de atendimento, com aquisição de produtos com garantia e capacitação técnica a ser utilizada, sob demanda, conforme condições constantes do edital e seus anexos. Valor Total: R$ 14.700.000,00 (quatorze milhões e setecentos mil reais). Data da assinatura: 28/08/2020. Fundamentação Legal: Lei nº 13.303/2016, Lei nº 10.520/2002, Decreto nº 10.024/2019, Lei Complementar nº 123/2006, Decreto nº 7.892/2013, Decreto 7.174/2010 e Regulamento de Licitações e Contratos da DATAPREV.


Governo busca interesse dos órgãos federais em postos para carros elétricos

Acordo entre o governo federal e o governo do Distrito Federal já prevê a instalação de seis ‘eletropostos’, mas demanda pode aumentar esse número.

Governo chega à marca de 1 mil serviços públicos digitalizados

Desempenho mantém em curso a meta de digitalização total de 3,8 mil serviços até 2022. 

Intelit: LGPD não é um único software que vai resolver tudo

A governança do processo de dados é crucial para uma boa implementação da legislação, sustenta o CEO da Intelit, Lincoln dos Santos Pinto. Segundo ele, o atraso da grande parte das empresas decorre da falta de dinheiro e da incerteza sobre a vigência da lei.

Intelit: Compras públicas têm de abrir espaço à inovação e às startups

O CEO da prestadora de serviços de TI, Lincoln dos Santos Pinto, observa que um processo de compra pública leva em torno de seis meses, o que atrasa a inovação. Sobre a venda do Serpro e Dataprev, lembra da LGPD e defende o Estado como tutor dos dados pessoais do cidadão.




  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G