Rodrigo Abreu: Sem aprovação do plano, Oi não tem chance

Luís Osvaldo Grossmann ... 08/09/2020 ... Convergência Digital

Depois de intensas negociações que resultaram em ajustes durante este dia de assembleia, o presidente da Oi, Rodrigo Abreu, fez também um apelo pela aprovação do plano de recuperação da operadora. “Ainda existem inúmeros passos, mas sem esta aprovação a companhia não teria a chance de mostrar seu potencial”, afirmou o executivo. 

Ao longo desta terça, 8/9, a Oi costurou ajustes no aditivo ao plano de recuperação judicial que garantiram descontos menores aos bancos e instituições de fomento, com redução de 60% para 55% ou de 55% para 50%, além de confirmar a renegociação de valores devidos à Anatel com base na Lei 13.988/20. 

Para Abreu, “ao longo dos últimos dois anos a Oi mostrou desempenho extremamente positivo, capaz de tirar o questionamento operacional em que se encontrava em 2016”. E, portanto, “resta equacionar o problema da dívida no longo prazo”. 

Outros ajustes no plano incluem o reforço à proposta apresentada por Vivo, TIM e Claro, que poderão criar sociedades de propósito específico diferentes para facilitar a separação dos ativos da Oi Móvel, além da qualificação automática da proposta já apresentada pelas teles. 

 “Pelo bem de sua viabilidade, sim ao plano. De outra maneira a companhia não seria viável. Mais de 50 mil profissionais da Oi que dependem da viabilidade para olhar para o futuro. Um futuro em que a Oi volte ao lugar que nunca deveria ter saído. Só a Oi é capaz de fazer a transformação na infraestrutura do país, sem a Oi o país teria um prejuízo enorme”, completou Abreu.


Oi entra na disputa do mercado de marketplaces para consolidar marca de consumo

Plataforma OiPlace chega ao mercado com mais de 3 mil produtos. Tele também incluiu canal ao vivo no Oi Play, a partir da mudança da regra de conteúdo na Internet pela Anatel.

Em três meses, Anatel e PF apreendem mais equipamentos irregulares que em todo 2019

Somente entre julho e setembro deste 2020 foram 243,7 mil equipamentos sem certificação, entre baterias, carregadores, TV boxes, smartwatches e conversores digitais com Wi-Fi.

Reordenamento do uso dos postes tem custo estimado em R$ 20 bilhões pela Anatel

Montante seria o necessário para adequar o uso dos postes em 1,4 mil cidades com mais de cinco prestadores de telecomunicações. Agência reguladora também propõe a criação de um operador neutro para a resolução dos conflitos existentes com empresas de Internet e distribuidoras de energia.

Receita faz a maior apreensão de TV box piratas do Brasil

Mais de 60 mil aparelhos foram apreendidos, o que representa um prejuízo superior a R$ 50 milhões ao crime organizado.

Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G