Home - Convergência Digital

Vivo abre vagas para trainees sem exigir inglês e com aulas para métodos agéis

Convergência Digital - 11/09/2020

A Vivo abre inscrições para o seu novo Programa de Trainee, com seleção 100% digital para profissionais formados nos últimos dois anos ou estudantes com formação prevista até dezembro de 2020. Do total de vagas, 30% serão destinadas ao público negro.

A proposta do programa é atrair candidatos com pluralidade de perfis. Dessa forma, a Vivo busca maior diversidade de gênero, raça, curso de formação e universidade. Fluência em idiomas não será necessária. A empresa ficará responsável por desenvolver essa habilidade, durante o ciclo do programa, nos candidatos que não a possuírem. Além das competências técnicas, a companhia busca características como empatia, coragem, criatividade, inovação, espírito de dono, colaboração, comprometimento e, principalmente, alinhamento com a cultura e com o propósito da empresa, de digitalizar para aproximar.

"Trabalhar na Vivo é estar sempre conectado com o impacto que temos na vida de milhões de brasileiros. Estamos em constante transformação, construindo um ambiente onde nossos colaboradores possam ser aquilo que desejam, expressar suas opiniões, apresentar ideias e trabalhar de forma colaborativa. O objetivo do programa será desenvolver jovens para atuar com foco nas áreas de negócios da Vivo e com cultura e transformação, fortalecendo clusters de marketing, comercial, produtos, estratégia, inovação, dados e inteligência artificial. Precisamos fortalecer nosso grupo de líderes dessas áreas, considerando os desafios futuros que temos", destaca Niva Ribeiro, VP de Pessoas da empresa.

Na Vivo, milhares de colaboradores estão vivendo diariamente uma nova maneira de trabalhar através de métodos ágeis. Por isso, nesta edição do Programa de Trainee, o processo seletivo abordará um Laboratório Scrum, onde os candidatos serão capacitados e aprenderão a trabalhar nesse formato e também com OKRs (objetivos e resultados-chave). Os participantes terão acesso a conteúdo e experimentarão dinâmicas para aprender os conceitos e a prática, que já são realidades na cultura da empresa.

Ao todo, serão 30 vagas para atuação em São Paulo. Com salário de R$6.800,00, os selecionados contarão com pacote de benefícios compatíveis com os de mercado, além de diferenciais como trabalho remoto, smartphone corporativo com plano de dados ilimitado, day off de aniversário e oportunidades de realizar ação voluntária. Também terão um MBA subsidiado pela Vivo na ESPM (em horário de trabalho) e os dez trainees mais bem avaliados durante o programa terão a oportunidade de experiência internacional com curso de curta duração na Universitas (Universidade Corporativa Telefônica) na Espanha, uma das mais reconhecidas do mundo.

O Programa de Trainee tem duração de 18 meses e os selecionados serão admitidos em fevereiro de 2021. Para se inscrever, os interessados devem acessar o site http://traineevivo.ciadetalentos.com.br/

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

11/09/2020
Vivo abre vagas para trainees sem exigir inglês e com aulas para métodos agéis

27/08/2020
Startup de contabilidade online abre vagas com salários de até R$ 18 mil

26/08/2020
Empresa brasileira de cibersegurança abre 25 vagas

20/08/2020
Stefanini está com 80 vagas abertas em Minas Gerais

17/08/2020
Magalu vai ao mercado para contratar mais de 100 desenvolvedores de software

14/08/2020
Accenture abre mais de 550 vagas em TI

11/08/2020
Startups ligadas à Wayra abrem mais de 40 vagas

05/08/2020
PicPay expande e abre 100 vagas para Tecnologia

03/08/2020
Neobpo divulga 274 novas oportunidades de emprego

03/08/2020
Accountech do Paraná abre 30 vagas em Brasília, SP e Curitiba

Cientista de dados: seja investigativo, analítico e curioso

Não há um perfil delimitado para o cientista de dados, o que significa que ele pode ser um 'profissional mais rodado e experiente' ou uim jovem recém-saído das universidades. Mas há um ponto essencial: a multidisciplinaridade, aponta o professor e especialista em ciência de dados do Instituto de Gestão e Tecnologia da Informação (IGTI), João Carlos Barbosa.

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Seis dicas para formar uma equipe de trabalho resiliente

or Craig Mackereth*

Formar uma equipe ou força de trabalho resiliente não é tarefa que se execute da noite para o dia. Tampouco é possível tornar uma equipe verdadeiramente resiliente se isso ainda não estiver integrado ao DNA da empresa.

Destaques
Destaques

Um em cada cinco servidores públicos será substituído por robô no Brasil

A Escola Nacional de Administração Pública estima que, por conta da Transformação Digital, a automação deverá substituir cerca de 100 mil postos de trabalho no Serviço Público Federal nos próximos cinco a 10 anos, sendo que a metade deles terá menos de 50 anos.

Acordo trabalhista em Goiás será pago em Bitcoins

Em conciliação realizada pelo TRT de Goiás, empresa de mineração aceitou o pagamento no valor de R$350 mil convertidos na moeda eletrônica. 

Teletrabalho: Novo PL quer acordo prévio para custos com Internet e PCs

Iniciativa também não permite que o tempo de uso dos aplicativos, como o WhatsApp, fora da jornada normal, seja um regime de prontidão. Projeto tem regras distintas da IN 65 do Governo Bolsonaro para os servidores públicos.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site