Clicky

Nova Oi terá receita de R$ 15,5 bilhões em 2024

Ana Paula Lobo ... 19/07/2021 ... Convergência Digital

A nova Oi será uma empresa mais enxuta, ágil e, em 2024, terá receitas de R$ 15,5 bilhões em 2024. A promessa foi feita pelo CEO da companhia, Rodrigo Abreu, nesta segunda-feira, 19/07. Segundo ele, a nova Oi será uma empresa orientada a dodos e terá a simplicidade como pilar.

Na estratégia da Oi está o fim da recuperação judicial até maio de 2022, caso as vendas da Oi Móvel para o trio TIM, Vivo e Claro por R$ 16,5 bilhões e do controle da InfraCo para o BTG Pactual por R$ 12, 9 bilhões sejam aprovadas. O B2B também ganha protagonismo com uma expectativa de receita de R$ 2,6 bilhões até o fim de 2024, com a oferta de serviços de TI como cloud e conectividade em destaque.

“Até maio do ano que vem vamos concluir de vez a recuperação judicial. Fica a critério do juiz, que pode achar que é necessário ou não estender, prorrogar a recuperação judicial. E nós acreditamos que temos todas as condições necessárias para concluir o processo. Nós não temos nenhum problema. Achamos que maio de 2022 seria um momento final para a conclusão da RJ. Não vemos maiores riscos de postergações e não vemos complicações”, disse Abreu. 

A apresentação da Oi foi marcada pelo otimismo. A projeção da Oi é ser, sim, uma empresa menor, mas mais factível, a partir de dois diferenciais: a capilaridade- a Oi está presente em 4800 municípios ficando atrás apenas da Caixa Econômica Federal, e da equipe de técnicos, pela SEREDE, com quase 23 mil colaboradores. Os planos têm projeções audaciosas: chegar a 15 milhões de casas passadas até dezembro, um crescimento de 150% e para 2022, a meta é ampliar em mais 8 milhões. 

“Temos uma base de ativos de mais de 13 milhões de residências conectadas, 630 mil PMEs, uma capilaridade de 4,8 mil municípios e quase 16 mil técnicos em campo.Essa escala pode e vai ser usada de forma estratégica tanto para serviços core como para novos serviços", adicionou Rodrigo Abreu. Entre as ofertas - além da conectividade- estão o Oi Play, de conteúdo, o marketplace Oi Place, sua carteira digital e o Oi Expert, de assistência técnica. Ao mesmo tempo, ele destacou as oportunidades de ganhos incrementais ao abrir o ecossistema da operadora a parceiros.

Uma das propostas futuras é estender os créditos pré-pagos - já que a telefonia móvel não será mais um negócio da empresa- para outras áreas. “Queremos estender a plataforma a múltiplos parceiros e vendedores”, observou. “Isso inclui, por exemplo, de alavancar créditos pré-pagos, para basicamente qualquer serviço na web ou produtos físicos que acessem nossa carteira digital e estejam associados à nossa presença em todo o País", afirmou. Verticais que chamam a atenção como mercados potenciais são:varejo online, com R$ 126 bilhões; cartão de crédito e seguros, R$ 49 bilhões e games, com R$ 4 bilhões, entre outras.


Wi-Fi 6E Brasil 2021 - Cobertura especial - Editora ConvergenciaDigital

Wi-Fi 6E: o futuro da infraestrutura do Wi-Fi

As faixas de 2,4 GHz e de 5 GHz estão congestionadas no Brasil e torna-se urgente ter mais frequência por mais capacidade e eficiência, afirma o chefe de Tecnologia da CommScope para Caribe e América Latina, Hugo Ramos.

Veja mais matérias deste especial

Teles sugerem prêmio às cidades que facilitarem antenas de 5G

Ideia é copiar marco legal do saneamento e pontuar os municípios com regras amigáveis à telecom em ranking de acesso a recursos públicos e convênios. 

Anatel adia decisão sobre uso de ‘white spaces’

Proposta prevê uso secundário e por dispositivos de radiação restrita do espectro ocioso nas faixas de 54 a 72 MHz, 174 a 216 MHz, 470 a 608 MHz, 614 a 698 MHz. 

TIM convoca rivais para brigar por propaganda com Google e Facebook

Os planos de uma carteira digital única não andaram como o desejado, mas a TIM almeja uma plataforma única de publicidade. “Se nos reunirmos podemos competir com Google e Facebook em um mercado muito maior”, vislumbra o presidente Pietro Labriola. 

Embratel se diz pronta para migrar antenas parabólicas de Banda C para a banda KU

Empresa assegura ter todas as condições para atender aos radiodifusores brasileiros e, em breve, terá o Star One D2, que terá 28 transponders em Banda C, 24 transponders em Banda Ku, um payload em Banda Ka, além de Banda X para uso militar. 




  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G