Clicky

Convergência Digital - Home

AutomationEdge democratiza RPA com 'pague pelo uso'

Convergência Digital
Convergência Digital - 14/05/2021

A automação é o próximo passo para aumentar a produtividade corporativa, mas até agora isso se limitava a apenas algumas empresas que podiam pagar. A AutomationEdge, empresa especializada em solução de Automação robótica de processos (RPA) e automação de TI, aposta no Pay as use RPA como Serviço disponível para empresas de qualquer porte ou vertical de negócio.

O SaaS – Software as a Service RPA da AutomationEdge incentiva os negócios em qualquer empresa que deseje implementar e operar a automação sem a necessidade de infraestrutura ou a compra de licenças.  A empresa espera aumento de 300% no faturamento no primeiro ano de comercialização.

“Acreditamos no Brasil como um mercado em crescimento contínuo em projetos de hiperautomação, por isso, criamos uma oferta que aproxima diferentes negócios e portes de empresas, bem como startups e desenvolvedores, que sempre buscaram uma solução eficiente e de custo atraente para impulsionar os seus projetos de automação. A automação não está mais limitada a grandes projetos, agora qualquer empresa por ter acesso com o modelo SaaS de RPA da nossa empresa”, comenta Fernando Baldin, Country Manager da Automation Edge Brasil.

De acordo com a AutomationEdge, a nova oferta de serviços permite que todas as empresas tenham acesso a tecnologias transformadoras, onde poderão se manter competitivas, evoluir e ver o retorno do investimento no primeiro dia. “Acreditamos que o RPA é subutilizado em muitas empresas ou não é acessível a todos, exceto TI (Tecnologia da Informação). Estamos oferecendo flexibilidade de implantar RPA nas organizações sem se preocupar com infraestrutura de servidores, manutenção de software e upgrade", disse o CEO da AutomationEdge, Uday Birajdar.

O mercado mundial de software que permite a hiperautomação chegará a US$ 596,6 bilhões em 2022, de acordo com uma nova previsão do Gartner, Inc., líder mundial em pesquisa e aconselhamento para empresas. Esse número é 23 % maior que os US$ 481,6 bilhões alcançados em 2020 e 12% acima da projeção de US$ 532,4 bilhões para este ano.

A nova oferta de RPA da automationEdge aponta três frentes de entrada para a nova oferta: Empresas que experimentaram um sucesso limitado no passado, e agora buscam uma nova alternativa, empresas que nunca fizeram nenhuma iniciativa de automação e buscam um planejamento prévio e também para os desenvolvedores e empresas que prestam serviços diversos, mas são carentes de ferramentas, tanto pelo alto custo, quanto pela real acessibilidade.

Com a nova solução, disponível no site da empresa para compra com cartão de crédito a partir de 25 dólares, www.automationedge.com/br/rpaaas  é possível habilitar qualquer número de processos ou qualquer número de desenvolvedores, usando e criando uma nova realidade para o processo de negócios por meio da automação.

“A plataforma RPAaaS da AutomationEdge fornece acesso a uma variedade de tecnologias como IA, Machine learning, Chatbot, ETL, motor de classificação automática, orquestrador de automação e uma estrutura de integração de API. Todas essas tecnologias se unem para automatizar processos simples e complexos”, explica Fernando Baldin, Country Manager da AutomationEdge Brasil.


Destaques
Destaques

Multinuvem do Serpro vai concorrer com a do Ministério da Economia

Estruturada a parceria com AWS, Huawei e Azure, da Microsoft, estatal passa a disputar contratos com órgãos públicos, em briga direta com nuvem licitada e gerida pela Secretaria de Governo Digital.

Por que se tornar uma empresa data-driven?

Data-driven ou orientada a dados. É esse o novo lema das companhias que, cada vez mais, estão armazenando e analisando dados em busca de insights de negócios. Mas o que as empresas devem fazer para abraçarem os dados de forma a promover benefícios estruturais e longevos? A resposta não é simples.



Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Veja mais artigos
Veja mais artigos

Serviços SaaS, proteção de dados e a LGPD

Por Eder Miranda*

Ter um plano abrangente de proteção adicional de dados para as plataformas SaaS é vital para os negócios, uma vez que as empresas não podem abrir sem ter o controle sobre o que está sendo protegido e sobre a maneira como isso está sendo feito pelos fornecedores de software como serviço.

Cloud é bom, mas quem gerencia?

Edmilson Santana*

Se a nuvem soluciona problemas de um lado, de outro sua operação demanda a formação de um time capaz de traduzir demandas de negócio em continuidade operacional, e isso de forma ágil, produtiva e consistente.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site