Clicky

EB Capital está 'supercomprador' no ativo de redes

Por Roberta Prescott e Rafael Mariano ... 18/11/2019 ... Convergência Digital

O EB Capital começou a olhar o setor de telecom há três anos e já fez um movimento grande no mercado, quando investiu na Sumicity, no fim de 2018. Hoje, conta com dois braços de atividades: venture capital para empresas menores e private equity para as médias. "Em 2014, os ISPs eram 6% ou 7% do mercado de banda larga e hoje já passaram as grandes. Foi assim que a tese passou lá dentro", disse Felipe Matsunaga, sócio na EB Capital, durante painel no XII Seminário Telcomp, realizado no dia , 12/11, em São Paulo. 

O fundo investiu, há um ano, na Sumicity. Matsunaga contou que o que chamou a atenção foi o fato de o provedor ter construído backbone e backhaul e navegado em um oceano azul. "Grande parte do sucesso veio de colocar fibra ótica e competir com infraestrutura legada. Nosso dever de casa foi ajudar a povoar e sabemos que daqui para frente será mais complicado", reconhece.

Antes de investir na Sumicity, o fundou avaliou cerca de 30 provedores. "Nos identificamos com a Sumicity porque eles tinham um backbone enorme e superestruturado, não dependia de ninguém para este backbone, não comprando — ou comprando pouco — tráfego, tinham uma rede de FTTH muito extensa e vasta e estavam crescendo quase 50% ao ano. era uma joia que achamos no meio do Rio de Janeiro a ser lapidada", contou, em entrevista à CDTV.

Matsunaga ressaltou que o fundo segue "supercomprador" e alertou que as empresas que almejam a entrada de investidores precisam se preparar. O primeiro desafio, disse, é a formalização e o segundo é valoração, porque a percepção do empreendedor do que ele acha que vale a companhia é, normalmente, diferente do que realmente vale. "Eles têm de se formalizar e seguir crescendo", afirmou.


Internet Móvel 3G 4G
De saída, Trump amplia bloqueio à Huawei e revoga licenças para componentes

Governo dos EUA notificou fornecedores como Intel que está revogando licenças de componentes e vai rejeitar pedidos pendentes. No Brasil, grande imprensa noticia que Huawei contratou o ex-presidente Michel Temer para atuar como lobista em Brasília.

Minicom cede Artur Coimbra para ser corregedor da ANPD

O secretário de radiodifusão, Max Martinhão, acumula interinamente a Secretaria de Telecomunicações. Segundo a pasta, ainda não há novo nome para substituir Artur Coimbra.

Abinee: Diferença de custo entre migração e mitigação no 5G é menor do que apontam teles

Estudo indica valores semelhantes aos projetados pela Anatel, de R$ 1,1 bilhão para o uso de filtros e R$ 1,8 bilhão para mudança da recepção de antenas para a banda Ku.

Anatel apreende 15 mil carregadores de celulares na 25 de Março, em São Paulo

Equipamentos não homologados foram avaliados em R$ 180 mil e foram recolhidos em um único distribuidor. Outros 11 mil carregadores foram apreendidos em três operações durante o mês de novembro.

TIM: dizer que 5G DSS não é o 5G é obrigatório para não queimar a tecnologia

Operadora informa que vai ter o 5G DSS em 12 capitais para testes em bairros, mas sustenta que a transparência é crucial. "O 5G DSS tem latência do 4G", afirma o CTIO, Leonardo Capdeville. Nas capitais, o 5G DSS será exclusivo para mobilidade. O acesso banda larga fixa - FWA - continuará em piloto.




  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • O Portal Convergência Digital é um produto da editora APM LOBO COMUNICAÇÃO EDITORIAL LTDA - CNPJ: 07372418/0001-79
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G