Home - Convergência Digital

Negócios na nuvem vão gerar 491 mil empregos diretos no Brasil até 2024

Convergência Digital* - 28/10/2019

A batizada "Economia Salesforce" (formada pela empresa e seu ecossistema de parceiros e clientes) vai gerar 491 mil empregos diretos, US$ 61,9 bilhões em receitas de novos negócios e US$ 7,56 para cada dólar produzido pela empresa, no período de 2019 a 2024, conforme estudo contratado pela Salesforce à IDC.

Este crescimento é impulsionado pela adoção cada vez maior da computação em nuvem, a qual está dando origem a uma série de novas tecnologias no mundo (incluindo mobile, redes sociais, Internet das Coisas e Inteligência Artificial). Estas, por sua vez, geram novas fontes de receita e empregos, alavancando o uso da nuvem e criando um "ciclo contínuo" de crescimento e inovação.

E como as empresas que investem na computação em nuvem também investem em produtos e serviços relacionados, a "Economia Salesforce" em 2019 é mais de quatro vezes maior que a Salesforce individualmente, com previsão de aumentar para quase seis vezes até 2024. Assim, a IDC estima que, entre 2019 e 2024, a "Economia Salesforce" impulsionará a criação de 780 mil empregos indiretos no Brasil, criados pelos gastos na economia em geral pelas pessoas que ocupam os 491 mil empregos diretos mencionados anteriormente.

"À medida que a Quarta Revolução Industrial reformula a economia, transformando a maneira que vivemos e trabalhamos, a Salesforce e seu ecossistema têm um papel muito forte na condução das habilidades do futuro para a criação de empregos no Brasil", explica Fabio Costa, gerente geral da Salesforce no Brasil.

Ainda de acordo com a IDC, até 2024 quase 50% dos gastos com software de computação em nuvem estarão vinculados à Transformação Digital, representando quase metade de todas as vendas de software no mundo. Estes gastos crescerão 19% ao ano, de US$ 179 bilhões em 2019 para US$ 418 bilhões em 2024.

Benefícios da "Economia Salesforce" por setor

Neste relatório, a IDC analisou como a "Economia Salesforce" deve influenciar o crescimento de receita e a geração de empregos em seis setores até 2024. Globalmente, a pesquisa mostra:

·O setor financeiro deve alcançar US$ 224 bilhões em novas receitas e gerar 730,9 mil empregos.

·O setor manufatureiro deve alcançar US$ 211,7 bilhões em novas receitas e gerar 765,8 mil empregos.

·O setor de varejo deve alcançar US$ 134,8 bilhões em novas receitas e gerar 539,7 mil empregos.

.Os setores de mídia e comunicações devem alcançar US$ 129,7 bilhões em novas receitas e gerar 473,8 mil empregos. 

·O setor médico e de saúde deve alcançar US$ 68,5 bilhões em novas receitas e gerar 222,6 mil empregos.

·O setor público deve alcançar US$ 64,7 bilhões em novas receitas e gerar 254,4 mil empregos.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

26/11/2020
Palo Alto: É um erro enorme repetir o passado e não tornar a nuvem aberta de verdade

25/11/2020
Mercado Livre contrata AWS para ser empresa mais baseada em dados

24/11/2020
TIVIT vai às compras e quer 10 aquisições em SaaS

23/11/2020
Infraestrutura para aplicativos escreve o futuro da nuvem

19/11/2020
Menos de 40% das corporações tomam decisões baseadas em dados

19/11/2020
AWS quer treinar 900 mulheres em computação em nuvem no Brasil

17/11/2020
Covid-19 ajuda e-mail na nuvem a desbancar e-mail tradicional

13/11/2020
Consumo de nuvem pública tem alta de 30% no Brasil

12/11/2020
Com Cloud e SaaS, Oracle quebra a barreira das PMEs

11/11/2020
Marcelo Menta assume vice-presidência de Vendas de Nuvem da Microsoft

Diversidade e Ciência de Dados: um desafio ao Brasil

Mais mulheres precisam ocupar carreiras em Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática pelo bem do País, incentiva a embaixadora da Women in Data Science da USP (WiDS @USP), Renata Sousa.

Veja mais artigos
Veja mais artigos

A confiança é ganha com mil atos e perdida com apenas um

Por Luis Banhara*

À medida que o conceito de trabalho se descola dos escritórios, mesmo que parcialmente, surgem novos desafios de segurança. A superfície de ataque foi ampliada.

Destaques
Destaques

Certificação é critério de seleção para encarregado de dados

Ainda que a LGPD não exija qualificação específica, o mercado busca profissionais com conhecimento na área. Formação pode custar até R$ 6 mil, observou Mariana Blanes, advogada e sócia do Martinelli Advogados, ao participar do CD em Pauta.

Teletrabalho: sem regulamentação, sem direitos, sem deveres, sem regras

Depois da nota técnica do MPT alertando para o direito à desconexão, Congresso tenta acelerar a votação dos PLs que tratam do tema, entre eles o PL 3915/20. O tema é complexo. IN 65, do governo federal, repassa os custos com tecnologia para os servidores no home office.

Ministério Público: Teletrabalho exige direito à desconexão

Ministério Público do Trabalho elaborou uma nota técnica direcionada para as “empresas, sindicatos e órgãos da administração pública”.  Na orientação, sugere a adoção de etiqueta digital para orientação de patrões e empregados.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site