Home - Convergência Digital

Falta estratégia no Brasil para qualificar pessoas em Tecnologia

Por Roberta Prescott - 16/10/2019

A qualidade da mão de obra é uma preocupação da secretaria municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho da cidade de São Paulo. Em sua apresentação na ABES Software Conference, realizada no dia, 14/10 em São Paulo, e também na entrevista exclusiva em vídeo com a CDTV, a secretária Aline Cardoso, afirmou que há um grande potencial para Brasil se beneficiar das ondas tecnológicas, visto que é a sétima economia em tecnologia, mas é necessário que a mão de obra se aproxime da disrupção que vem acontecendo.

"Existe uma demanda de 70 mil profissionais por ano pelos próximos sete anos e hoje formadas apenas 40 mil pessoas em tecnologia por ano", disse, fazendo referência ao estudo publicado pela Brasscom. "O desafio é que existem poucas pessoas que têm se interessado em trabalhar com tecnologia, há pouca oferta para qualificação da mão de obra em tecnologia e pouca capacidade de se preparar as pessoas", apontou.

Para ela, é necessário agir em várias frentes: desde melhorando o ensino de matemática até despertando o interesse das pessoas em tecnologia para que sejam criadoras de tecnologia e, assim, contribuam para geração de inovação e maior democratização. "Como gerar esta massa crítica de interesse é um desafio, assim como aumentar a diversidade", disse.  

Durante o debate no evento da ABES, a secretária de Desenvolvimento Econômico chamou a atenção para o fato de que, mesmo que o crescimento do Produto Interno Bruto seja retomado, há uma parte dos desempregados que não deve conseguir trabalho. "Estamos passando por mudança estruturantes, então, mesmo se a economia crescer muito, ainda teremos lacunas a preencher e gente desempregada. Vemos que o crescimento de MEIs é grande, mas hoje está acontecendo não por oportunidade e, sim, por necessidade", ressaltou, completando que as pessoas têm interesse em tecnologia como consumidoras, não para produzir. Assistam a entrevista com Aline Cardoso.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

25/09/2020
ABES Software debate o impacto do digital nas TICs

16/09/2020
Software brasileiro cresce 10%, puxado por nuvem e internet das coisas

07/07/2020
ABES: Software cobra transparência do ministério da Economia

08/06/2020
Covid-19: Brasil sabe fazer software para 'jogar o jogo' global do digital

28/05/2020
Profissional de IA tem de gostar de fazer a tecnologia acontecer

26/05/2020
IA feita no Brasil salva vidas ao monitorar três milhões de pacientes

09/03/2020
Software e serviços de TI contrataram 30 mil novos profissionais em 2019

07/11/2019
Ser humano faz a Aura,da Vivo, ser uma IA diferente

04/11/2019
Ericsson: "Temos que colocar nossas melhores cabeças para ganhar o mundo com o 5G"

21/10/2019
Empresários precisam mostrar crescimento para ter acesso a capital

Diversidade e Ciência de Dados: um desafio ao Brasil

Mais mulheres precisam ocupar carreiras em Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática pelo bem do País, incentiva a embaixadora da Women in Data Science da USP (WiDS @USP), Renata Sousa.

Veja mais artigos
Veja mais artigos

A confiança é ganha com mil atos e perdida com apenas um

Por Luis Banhara*

À medida que o conceito de trabalho se descola dos escritórios, mesmo que parcialmente, surgem novos desafios de segurança. A superfície de ataque foi ampliada.

Destaques
Destaques

Certificação é critério de seleção para encarregado de dados

Ainda que a LGPD não exija qualificação específica, o mercado busca profissionais com conhecimento na área. Formação pode custar até R$ 6 mil, observou Mariana Blanes, advogada e sócia do Martinelli Advogados, ao participar do CD em Pauta.

Teletrabalho: sem regulamentação, sem direitos, sem deveres, sem regras

Depois da nota técnica do MPT alertando para o direito à desconexão, Congresso tenta acelerar a votação dos PLs que tratam do tema, entre eles o PL 3915/20. O tema é complexo. IN 65, do governo federal, repassa os custos com tecnologia para os servidores no home office.

Ministério Público: Teletrabalho exige direito à desconexão

Ministério Público do Trabalho elaborou uma nota técnica direcionada para as “empresas, sindicatos e órgãos da administração pública”.  Na orientação, sugere a adoção de etiqueta digital para orientação de patrões e empregados.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site