Clicky

Smartphone, vídeo online e aplicativos mudam cálculo da inflação no Brasil

Convergência Digital ... 14/10/2019 ... Convergência Digital

Diretamente associadas aos hábitos de consumo modernos, as telecomunicações ganharam maior relevância na forma como o IBGE mede a variação de preços no Brasil. Conserto de celular, streaming, combo banda larga, TV paga e telefonia, assim como aplicativos de transporte estão entre os 56 novos itens da cesta analisada na composição do IPCA, o índice oficial de inflação no Brasil. 

Como destaca o instituto, os produtos e serviços de alta tecnologia são algumas das tendências de consumo que entram na análise, e que se refletem também em itens que deixam de ser considerados. A disseminação da internet e dos próprios smartphones ajuda a entender porque o IBGE não vai mais incluir os preços de aparelhos de DVD, máquinas fotográficas ou revelação de fotos na conta do IPCA. 

A lista total inclui 377 produtos e serviços. Com as mudanças, o próprio peso do item ‘Comunicação’ foi alterado, passando de 5,5% para 6,1% do índice de preços. Como mostra o IBGE, combo de telefonia, internet e TV por assinatura passa a ser um item importante (1,81%), assim como os serviços de streaming (0,08%) e conserto de aparelho celular (0,07%). 

O item ‘Transportes’, que passa a ter o maior peso total (20,8%), inclui também serviços diretamente viabilizados pela disseminação de celulares conectados, como é o caso do transporte por aplicativo, com peso de 0,21%. O Índice de Preços ao Consumidor Amplo brange 16 áreas e reflete a cesta de consumo das famílias com rendimento mensal de 1 a 40 salários mínimos, qualquer que seja a fonte dos rendimentos.


Internet Móvel 3G 4G
Teles: restrição a fornecedores é um risco ao 5G e aos consumidores

Por meio de um comunicado da Conexis Brasil Digital, as teles advertem que está se criando um ambiente de incertezas com relação ao 5G; lembram que possuem 'grande experiência nos mais elevados e críticos quesitos de privacidade e segurança de rede; e ressaltam que é preciso transparência para atrair investimentos ao País.

Anatel encerra ciclo de TACs em acordo fraco com Algar

Depois de fracassar na troca de multas por investimentos com Oi, Vivo e Claro, agência contabilizou sucesso somente com a TIM e permitiu à Algar cortar mais da metade do acerto inicialmente firmado. 

Anatel renova faixa de 850 MHz para Vivo, mas nega pedido de redução de preço

Empresa renovou apelo ao regulador para que fosse aplicada a regra do preço público ou ônus de 2%, ambos abaixo do valor de mercado.

STF julga inconstitucionais leis de BA e RJ sobre créditos pré pagos e cobrança de serviços

Mais uma vez, Supremo ressaltou que, ainda que importantes ações em defesa dos consumidores, normas estaduais não podem invadir a competência privativa da União de legislar sobre telecomunicações. 

Portabilidade: Claro é a tele com mais adesões. Oi e TIM cedem assinantes

Oi, na fixa, e TIM, na móvel, foram as operadoras que mais cederam assinantes com a possibilidade de troca de empresa mantendo o mesmo número. Já a Claro foi a operadora que mais ganhou clientes nos 12 anos do serviço.

Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • O Portal Convergência Digital é um produto da editora APM LOBO COMUNICAÇÃO EDITORIAL LTDA - CNPJ: 07372418/0001-79
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G