Clicky

SEGURANÇA

Segurança cibernética é tecnológica, é política e é estratégica para um País

Por Roberta Prescott e Pedro Costa ... 27/05/2019 ... Convergência Digital

A segurança cibernética não é apenas uma questão tecnológica; ela é prioridade política para defender não somente os sistemas de informática, como também as infraestruturas críticas de um País. Em entrevista à CDTV, durante o Painel Telebrasil 2019, realizado de 21 a 23 de maio, em Brasília, o diretor de relações governamentais e regulatórios da Huawei, Carlos Lauria, explicou como a mudança dos estilos dos ataques e o aumento das espionagens obrigaram a fornecedores e aos especialistas em segurança cibernética a repensarem a estratégia.

Lauria explicou que os projetos de segurança cibernética devem considerar todos os dispositivos conectados às redes, além da infraestrutura em si. "Uma grande ferramenta para quem quer invadir um sistema é a engenharia social, porque se pode invadir um sistema com a senha de uma pessoa. Existe todo um ecossistema que tem de ser alimentado com informação", disse. 

Lauria destacou que existem várias formas de ataques que podem vir desde os sistemas automatizados de bombardeios para descobrir senhas e quebrar criptografia, o que demanda poder computacional, até por meio de falta de cuidados das pessoas que permitem que os sistemas sejam invadidos. Além disto, os equipamentos podem ser dotados de dispositivos de segurança. "Se os seus produtos já não saem de origem com a preocupação de ter segurança, desde o nascimento dele, é muito difícil corrigir depois. Milhares de sensores estão sendo implantados todos os dias e eles teriam de ter segurança no início; é uma preocupação que deve existir desde a concepção do projeto." Assistam a entrevista.


Depois de sofrer ataques pesados, CNJ define estratégia de cibersegurança

Relator da política, o presidente do CNJ e do STF, Luiz Fux, destacou que ataques são cada vez mais frequentes e avançados, com alto potencial de prejuízo.

Cidade de São Paulo vai às compras de câmeras públicas

Hoje são cerca de 3500 em atividade e o planejamento é de duplicar esse número na nova licitação, informa Dalmo Álamo, da secretaria municipal de segurança pública da cidade de São Paulo. Os drones também estão fazendo a diferença.

Brasileiros acham um tédio fazer atualização de segurança em PCs e celulares

Tarefa é considerada tediosa para 42%. Sete em cada 10 não veem riscos ao adiar atualizações.

GSI exige orçamento e atualização tecnológica para segurança da informação

Nova instrução normativa manda órgãos federais mapearem ativos de informação e fazerem testes anuais em planos de continuidade para o casos de indisponibilidade de sistemas.



  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G