Home - Convergência Digital

Vivo abre 120 vagas no Programa de Estágio 2020

Da redação - 23/10/2019

A Vivo está com inscrições abertas para o seu Programa de Estágio 2020 e estudantes de todos os cursos são bem-vindos. O que a empresa busca é a vontade de fazer acontecer do candidato e sua capacidade de enfrentar desafios. Ao todo, são 120 vagas disponíveis para estagiar em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Porto Alegre, Recife e Belém. As inscrições podem ser feitas até o dia 13 de novembro pelo site http://www.programaestagiovivo.com.br/ .

Entre os requisitos necessários estão conclusão de curso prevista para acontecer entre dezembro de 2020 a dezembro de 2021, bons conhecimentos no Pacote Office, disponibilidade para estagiar de 4h a 6h diárias (horário flexível a ser combinado). Conhecimentos de idiomas não serão exigidos. O aprendizado da língua inglesa fará parte do desenvolvimento dos estagiários durante o programa. Os selecionados terão acesso a trilhas de desenvolvimento técnico e comportamental, com a maior parte focada em experiências do dia a dia e também em interações com sua equipe.

A Vivo quer conhecer as habilidades e competências dos participantes, portanto, a seleção será às cegas. O processo contará com etapas que serão online, como um teste no qual espera-se que os candidatos apresentem características como empatia, colaboração, adaptabilidade, espírito de dono, autonomia e confiança. Além disso, dinâmica de grupo online, painel com os gestores e entrevista individual farão parte da mecânica. Uma vez selecionados, os 120 estagiários atuarão em áreas da empresa agrupadas em quatro clusters: Tech / Digital; Marketing; Customer Experience / User Experience; e Estratégia.

"Queremos todos na Vivo, pois temos compromisso forte com uma cultura mais inclusiva. Buscamos extrair o melhor das pessoas, capacitando e desenvolvendo suas competências. Nosso programa de estágio está em linha com esses atributos, por isso a proposta é trazer mais diversidade por meio de talentos com vontade de transformar e de construir o futuro com a gente", destaca Niva Ribeiro, VP de Pessoas da Vivo.

A bolsa auxílio do programa de estágio da Vivo é compatível com o que é oferecido no mercado e a empresa disponibiliza ainda benefícios como celular corporativo com plano de dados; vale refeição e transporte; plano de saúde; seguro de vida; day off de aniversário.


Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

26/11/2020
Anatel renova faixa de 850 MHz para Vivo, mas nega pedido de redução de preço

18/11/2020
Vivo inaugura usina solar para atender antenas em Brasília

03/11/2020
Vivo vende braço de cibersegurança para Telefónica de Espanha

28/10/2020
Com ajuda da Covid-19 e redução de investimentos, Vivo tem lucro de R$ 1,2 bilhão no trimestre

26/10/2020
Vivo oferece serviços de saúde do dr.consulta aos seus assinantes

20/10/2020
Vivo está com 1.000 vagas abertas call centers em Curitiba e Fortaleza

16/10/2020
CGU aplica multa de R$ 45,7 milhões à Vivo por distribuição de ingressos da Copa de 2014

14/10/2020
Vivo reforça serviços digitais com o Vivo Money

06/10/2020
Trainee da Vivo terá salário de R$ 6,800,00

06/10/2020
Justiça condena Vivo e WhatsApp por celular invadido

Diversidade e Ciência de Dados: um desafio ao Brasil

Mais mulheres precisam ocupar carreiras em Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática pelo bem do País, incentiva a embaixadora da Women in Data Science da USP (WiDS @USP), Renata Sousa.

Veja mais artigos
Veja mais artigos

A confiança é ganha com mil atos e perdida com apenas um

Por Luis Banhara*

À medida que o conceito de trabalho se descola dos escritórios, mesmo que parcialmente, surgem novos desafios de segurança. A superfície de ataque foi ampliada.

Destaques
Destaques

Certificação é critério de seleção para encarregado de dados

Ainda que a LGPD não exija qualificação específica, o mercado busca profissionais com conhecimento na área. Formação pode custar até R$ 6 mil, observou Mariana Blanes, advogada e sócia do Martinelli Advogados, ao participar do CD em Pauta.

Teletrabalho: sem regulamentação, sem direitos, sem deveres, sem regras

Depois da nota técnica do MPT alertando para o direito à desconexão, Congresso tenta acelerar a votação dos PLs que tratam do tema, entre eles o PL 3915/20. O tema é complexo. IN 65, do governo federal, repassa os custos com tecnologia para os servidores no home office.

Ministério Público: Teletrabalho exige direito à desconexão

Ministério Público do Trabalho elaborou uma nota técnica direcionada para as “empresas, sindicatos e órgãos da administração pública”.  Na orientação, sugere a adoção de etiqueta digital para orientação de patrões e empregados.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV

Copyright © 2005-2015 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site