Clicky

Home - Convergência Digital

Mercado cinza de smartphones explode e cresce 500% no Brasil

Ana Paula Lobo - 05/12/2019

O mercado cinza de smartphones explodiu e cresceu mais de 500% no Brasil em 2019, muito em função da venda de celulares importados do Paraguai em marketplaces, sem qualquer garantia ou suporte técnico. São cerca de 4 milhões de smartphones piratas contabilizados, a maior parte com origem no Paraguai, afirmou o diretor de celulares da Associação Brasileira da Indústria Elétrica Eletrônica (Abinee), Luis Claudio Carneiro, em encontro com a imprensa nesta quinta-feira, 05/12, em São Paulo.

"Tem uma marca chinesa que vende mais de 95% dos seus aparelhos de forma irregular no País. Isso afeta o segmento e nos traz lembranças ruins do passado ( o mercado cinza de PCs já foi impactante)", advertiu Carneiro. Nos números formais, o mercado de smartphone foi impactado pela crise econômica e ficou estagnado em relação a 2018. "O mercado está demorando mais a trocar de aparelho", pontuou o diretor da Abinee.

Foram produzidos 44,665 milhões de unidades. Em 2018, foram 44.554 milhões, depois de uma queda de 7% em relação a 2017.  Os feature phones aparecem com um crescimento de 23% em 2019, também por conta da crise econômica e das exportações para outros países. Os feature phones chegaram a 3.181 milhões este ano. Em 2018, eram 2536 milhões.

Ainda assim, a Abinee revela que a indústria de celulares teve crescimento nominal de 5% em receitas neste ano, embora no final de 2018 a previsão fosse de alta de 8%. Conforme os dados setoriais revelados pela entidade, o faturamento da indústria eletroeletrônica deve encerrar 2019 em R$ 154 bilhões, mas apesar do crescimento nominal de 5% na comparação com 2018 (R$ 146,1 bilhões), não houve aumento real, uma vez que a inflação do setor, segundo o Índice de Preços ao Produtor (IPP), também fechou o ano em 5%.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

30/04/2021
Oppo, da China, mantém Brasil fora, e prioriza Chile e Colômbia

17/03/2021
Abinee: Governo improvisa e traz insegurança ao setor

25/02/2021
Abinee: Governo vai matar a indústria de TIC com a PEC 186/19

18/12/2020
Abinee: Diferença de custo entre migração e mitigação no 5G é menor do que apontam teles

10/12/2020
Nuvem e notebooks impulsionam cresimento de 20% para Informática em 2021

10/12/2020
À espera de correção no imposto sobre componentes, indústria maneja estoques

10/12/2020
Teles pisam no freio em 2020 e até setembro aportaram R$ 21,9 bilhões

26/11/2020
5G permite um respiro à indústria de celulares

05/11/2020
Classes D e E só têm o celular para teletrabalho e aulas remotas

24/09/2020
Abinee: Quase 30% das empresas do setor eletroeletrônico ficaram sem crédito

Destaques
Destaques

América Latina se divide sobre uso de ondas milimétricas

Debate com representantes do México, Colômbia, Costa Rica, El Salvador, Argentina e Brasil mostrou que bandas altas no 5G, como 26 GHz, está longe de unanimidade na região.  Colômbia, que prevê leilão 5G no final do ano, não planeja vender a faixa de 26GHz.

Brasil está fora dos países liberados pela Espanha para o Mobile World Congress

Programado para acontecer de 28 de junho a 01 de julho, o organizador, GSMA, fechou um acerto com as autoridades espanholas para isentar os participantes das restrições impostas às pessoas de fora da União Europeia.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Futuro com 5G não será um nirvana, tampouco um apocalipse

Por Paulo Mannheimer*

O futuro, com 5G, não será nem o Nirvana dos Jetsons nem o apocalipse de "O Exterminador do Futuro". "Blade Runner" continua sendo minha maior aposta.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site