Clicky

Home - Convergência Digital

Huawei diz que está pronta para continuar parceria com as teles no 5G

Convergência Digital* - 12/02/2020

Procurada pelo Convergência Digital para falar sobre a possibilidade de o governo brasileiro criar restrições para a sua participação no 5G nacional - medida aventada em evento em Brasília, pelo secretário de Telecomunicações do MCTIC, Vitor Menezes, que admitiu pensar na publicação de um Decreto específico, ou uma portaria, para tratar de regras sobre cibersegurança para as telecomunicações e para o 5G - a Huawei preferiu adotar uma postura de cautela.

A fabricante informou que 'segue acompanhando as discussões sobre a implementação da rede 5G no Brasil; que está presente no País há 21 anos e fornece equipamentos de 2G até 4,5G para as operadoras e está pronta para continuar a sua parceria no 5G".

A medida do Governo viria na esteira do recém-publicado Decreto 10.222, que estipula a Estratégia Nacional de Segurança Cibernética. Daí a avaliação de que seria possível uma política derivada daquela para telecomunicações. A norma, ainda que não necessariamente internalizada no edital do 5G, deverá, se a ideia for mesmo adiante, ser absorvida pela Anatel.

Uma das possibilidades em avaliação é exigir que a agência adote uma política que garante uma multiplicidade de fornecedores, nesse caso com alguma forma de limite máximo de presença de cada um deles nas novas redes. Na resposta ao Convergência Digital, a Huawei afirma ainda que 'os equipamentos e soluções 5G da companhia já estão em ação em outros países do mundo e estarão à disposição para oferecer aos brasileiros todos os benefícios desta nova era das telecomunicações". Há uma forte pressão do governo dos EUA para retirar a Huawei das redes 5G e o governo Bolsonaro tem um forte alinhamento com o governo norte-americano.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

20/01/2021
Operadoras abraçam Open RAN aberto, mas cobram financiamento da União Europeia

19/01/2021
EUA querem dar a faixa de 12 GHz para o 5G

18/01/2021
De saída, Trump amplia bloqueio à Huawei e revoga licenças para componentes

15/01/2021
Teles querem deixar migração das parabólicas para depois do leilão 5G

11/01/2021
Consumidor abre mão de acesso 5G por bateria com mais duração

05/01/2021
Brasileiro será CEO global da Qualcomm a partir de junho

18/12/2020
Abinee: Diferença de custo entre migração e mitigação no 5G é menor do que apontam teles

16/12/2020
Capdeville, CTIO da TIM: "Usamos equipamentos chineses há vinte anos e não há nada que desabone a rede brasileira"

16/12/2020
TIM: dizer que 5G DSS não é o 5G é obrigatório para não queimar a tecnologia

15/12/2020
Ceitec, no RS, tem estrutura para produzir chips 5G

Destaques
Destaques

Uso da faixa de 700 MHz deixa 4G disponível 80% do tempo no Brasil

Segundo a mais recente análise da OpenSignal, TIM tem a rede de quarta geração com maior disponibilidade, 88,2%, à frente da Claro (79%) e Vivo (79,5%), Oi (70,2%). 

Um em cada quatro acessos móveis na América Latina será 5G até 2026

Nova edição do Relatório de Mobilidade da Ericsson aponta que até o final de 2020, mais de 1 bilhão de pessoas ao redor do mundo já estará usando 5G. 

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Edição de genes: como o 'reparo' do DNA pelo CRISPR impulsionará a Agricultura

Por Eduardo Prado*

Técnica permite o 'reparo' do DNA com altíssima precisão, o que permite, por exemplo, consertar 'mutações defeituosas' do DNA. A aparecimento da técnica deu um grande alento para o tratamento de doenças genéticas complexas. Estima-se que 6.000 doenças genéticas são causadas por mutações defeituosas, e apenas 5% delas pode ser tratada atualmente (sic!) ..


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site