Clicky

SEGURANÇA

Minicom: Governo Bolsonaro não vai intervir na venda dos ativos da Oi

Ana Paula Lobo ... 10/09/2020 ... Convergência Digital

Em entrevista à Rádio Bandeirantes, nesta quinta-feira, 10/09, o ministro das Comunicações, Fabio Faria, afirmou que o governo Bolsonaro não vai intervir na venda de ativos da Oi, em especial, na venda da Oi Móvel às rivais Claro, TIM e Vivo, caso a proposta delas venha ser a escolhida pela Oi. "O governo vê com bons olhos a tentativa da empresa se recuperar. A Oi tem uma dívida muito grande, mas pode ser saudável com a venda dos ativos. Não nos cabe intervir e não vamos", garantiu.

Fabio Faria revelou ainda que conversou com executivos da Highline - que fez a primeira proposta para comprar a Oi Móvel, mas foi superada pelo consórcio das teles Claro, TIM e Vivo - e que eles reiteraram o interesse em investir no Brasil, inclusive, na compra de ativos da Oi, como torres e antenas. "Eles também querem negociar com o consórcio das teles. São investidores em infraestrutura", acrescentou.

Sobre o leilão 5G, Fabio Faria repetiu que a decisão final será do presidente Jair Bolsonaro, mas revelou que o Ministério das Comunicações já levou a proposta de se fazer o leilão, com pelo menos 50% sem o viés arrecadatório. "O ideal é ter esse percentual para que possamos ter obrigações de cobertura para as vencedoras", disse.

Faria lembrou que o 5G não é uma evolução do 3G ou do 4G e vai ter impacto em todos os setores produtivos. "Novas profissões vão surgir e novas aplicações. Mas repito: a questão geopolítica do 5G será tratada pelo presidente Bolsonaro e pelo ministério das Relações Exteriores", completou.


Divulgação voluntária de vazamento de dados traz resultado para o bolso das empresas

Pesquisa global aponta que no caso das PMEs, quando o incidente é relatado proativamente, perda é da ordem de R$ 480 mil, mas quando feito por terceiros, chega a R$ 850 mil. 

Fabricante de cabos de fibra ótica no Brasil sofre ataque hacker

A Belden, dona da Poliron no Brasil, e fabricante local de fibra ótica e equipamentos de redes usados nos setores de transporte, petróleo e gás, entre outros, assumiu que teve os servidores invadidos nesta terça-feira, 24/11.

Militares criam sistema integrado de defesa cibernética

Comando de Defesa Cibernética, já existente, será o órgão central e comando operacional das estruturas de cada uma das Forças. 

TSE admite que ataques hackers podem ter causado instabilidade no e-Título

Tribunal criou uma comissão, presidida pelo ministro Alexandre de Moraes, para acompanhar as investigações sobre ação de hackers. Em nota, o TSE diz que que 'as investidas cibernéticas podem ter ocasionado instabilidades no aplicativo e-Título e no sistema de processo judicial eletrônico (PJe)'.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • O Portal Convergência Digital é um produto da editora APM LOBO COMUNICAÇÃO EDITORIAL LTDA - CNPJ: 07372418/0001-79
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G