Clicky

Home - Convergência Digital

Americanet inicia testes de rede 5G em Pindamonhangaba (SP)

Convergência Digital - 26/10/2020

A Americanet firmou uma parceria com a Nokia e está lançando testes iniciais com a tecnologia 5G, em Pindamonhangaba, no interior de São Paulo. A empresa obteve junto à Anatel a licença em caráter de teste e pesquisa para as experimentações na cidade, utilizando as faixas de 3,5 e 26 GHz (milimeter wave). De acordo com Lincoln Oliveira, CEO da Americanet, a escolha da cidade Pindamonhangaba se deveu à forte presença estratégica do município em diversos setores que podem se beneficiar com a aplicação do 5G.

“Pindamonhangaba está localizada no Vale do Paraíba, uma região estratégica, do ponto de vista de logística e de negócios com alto poder de investimento, onde encontramos segmentos como o industrial, comércio e varejo, residencial e de segurança pública. Já estamos presentes na região e iremos fomentar o desenvolvimento de novos negócios com o incremento do 5G. Será uma ótima oportunidade para mostrar o funcionamento da nova tecnologia na prática e buscar possíveis upgrades para a aplicação em larga escala”, afirma o CEO da Americanet.

Um dos dispositivos da Nokia em utilização é o roteador Nokia FastMile 5G, gateway que oferece acessos de banda larga para residências e pequenas empresas com aplicativos sem fios fixos (FWA – Fixed Wireless Access). O executivo da Americanet conta que a operadora pretende levar a experiência da tecnologia 5G para 25 residências do município de Pindamonhangaba, que irão usufruir da sua aplicação por cerca de dois meses.

Neste período, a Americanet fará um monitoramento contínuo para estudar os benefícios, buscar melhorias e entender alguns dos caminhos a serem explorados pelas telecons. “Vamos compilar e disponibilizar esses dados para que qualquer provedor tenha acesso e possa utilizá-los a fim de construir um plano de negócios mais assertivo para atender a sua região, assim que os espectros da nova geração forem liberados”, finaliza Oliveira.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

19/11/2020
Qualcomm e Nokia: Ondas milimétricas são a mudança do modelo de negócio no 5G

18/11/2020
Anatel: Cibersegurança em Telecom une teles e os mais de 10 mil prestadores de serviços SCM

17/11/2020
TBNet fecha parceria com tele para transformar 23 mil ATMs em hotspots Wi-Fi 5G

16/11/2020
EUA autorizam Qualcomm a exportar chips 4G para Huawei, mas proíbe o 5G

13/11/2020
Oi avalia 5G para usar 3,5 GHz em banda larga fixa

12/11/2020
Anatel e ABDI vão testar uso industrial e redes privadas no 5G

12/11/2020
Carlos Baigorri é o novo relator do edital do 5G na Anatel

11/11/2020
OpenRAN: padronização é obrigatória para abrir o 'jogo' aos pequenos fornecedores

10/11/2020
Infraestrutura é o recurso escasso do 5G no Brasil

09/11/2020
Procon-SP notifica Claro, Motorola e Samsung sobre venda de 5G

Destaques
Destaques

Aos 23 anos, Anatel lista 5G como próximo desafio

“Entre os desafios que nos aguardam, a economia brasileira precisa ter sua digitalização aprofundada, a conectividade precisa se tornar mais real na vida dos brasileiros”, destacou o presidente da agência, Leonardo de Morais, também ressaltando a segurança cibernética e renovação das concessões em 2025.

Classes D e E só têm o celular para teletrabalho e aulas remotas

Quase 40% dos alunos usam apenas os celulares para acompanhar as aulas online no Brasil, revela a 3ª edição do Painel TIC Covid-19, do CGI.br. No levantamento, porém, 36% dos alunos reclamam da baixa qualidade da conexão à Internet.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

IoT e os novos negócios e aplicações para o mercado de energia

Por Pedro Al Shara*

Analistas de mercado estimam que o impacto da Internet das Coisas na economia alcance de 4% a 11% do Produto Interno Bruto do planeta em 2025.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site