Clicky

Home - Convergência Digital

Anglo American contrata a TIM para cobertura 4G LTE no Brasil

Convergência Digital - 12/02/2021

A TIM fechou um acordo com a Anglo American, uma das principais empresas do setor de mineração no mundo, que irá permitir a ampliação da cobertura 4G LTE para cinco plantas operacionais (Goiás, Minas Gerais e Rio de Janeiro), com mais eficiência, e permitindo a expansão de projetos de conectividade, inclusive em regiões e atividades mais críticas. Serão cerca de 3.800 empregados beneficiados com a solução, em sites relacionados à produção de níquel e de minério de ferro nas unidades de negócio da empresa no Brasil.

O acerto significa a entrada da tele no mercado de mineração que, de acordo, com o Instituto Brasileiro de Mineração (Ibram), o setor faturou mais de 153 bilhões de reais em 2019, sendo responsável por 4% do PIB. "Apoiar a conectividade em minas é fundamental para garantir a implantação contínua de novas tecnologias dentro de um processo produtivo", afirma o diretor de Soluções Corporativas da TIM, Paulo Humberto Gouvêa.

A ampliação da cobertura 4G às cidades de Barro Alto e Niquelândia (GO) permitirá à Anglo American incrementar a gestão de até 44.000 toneladas de ferro níquel por ano. A operação é responsável pela principal produção global de níquel do grupo, aplicado principalmente na indústria de aço inoxidável. Nos municípios mineiros de Conceição do Mato Dentro e Alvorada de Minas (MG) está a planta do Minas-Rio, responsável pela extração e beneficiamento de minério de ferro. De lá, o produto segue via mineroduto para o Porto do Açu, em São João da Barra (RJ). No porto, a empresa possui uma planta responsável pelo processo de filtragem do minério de ferro que será exportado.

Enviar por e-mail   ...   Versão para impressão:
 

LEIA TAMBÉM:

16/04/2021
Idec, TelComp, Algar, Sercomtel e Neo pedem ao Cade para barrar venda da Oi Móvel

09/04/2021
STJ mantém multa de R$ 50 milhões contra a TIM por interrupção de chamadas

06/04/2021
TIM amplia presença no agronegócio com contrato de 4G em 700 MHz com a Adecoagro

22/03/2021
TIM faz multicloud com Google, Microsoft e Oracle

19/03/2021
Oi Soluções lança plataforma de IoT que auxilia empresas no controle do consumo de energia

17/03/2021
SABESP faz projeto-piloto que une cloud, IoT e Inteligência Artificial

16/03/2021
Dataprev cria Centro de Excelência em Internet das Coisas no Ceará

04/03/2021
TIM concede exclusividade da empresa de rede neutra à IHS

03/03/2021
Deutsche Telekom investe em roaming para ser global com NB-IoT

01/03/2021
TIM vai à caça de novos unicórnios no Brasil

Destaques
Destaques

Highline se propõe a comprar licença 5G e oferecer espectro como serviço para ISPs

A proposta da empresa, explicou Luis Minoru, diretor de estratégia e novos negócios, é o de oferecer toda a infraestrutura na modalidade de serviço. Já há testes em andamento, não revelados, para o funcionamento da modalidade que inclui a operação de telefonia móvel.

Cobertura 4G chegou a 85% da população mundial, mas metade dela seguiu sem acesso à Internet em 2020

Levantamento da União Internacional de Telecomunicações mostra que a principal razão da exclusão digital é o alto preço do serviço diante da receita do consumidor. "Houve uma queda nos preços, mas precisa cair muito mais para termos um futuro melhor", pontuou o secretário-geral da UIT, Houlin Zhao.

Veja mais vídeos
Veja mais vídeos da CDTV
Veja mais artigos
Veja mais artigos

Com rede sujeita a apagões, qual impacto do 5G na energia no Brasil?

Por Pedro Al Shara*

Segundo pesquisa da Vertiv, fornecedora de equipamentos e serviços para infraestrutura crítica, um aumento da ordem de 150% a 170% no consumo energético é projetado no setor de Telecom até 2026. Com toda a inovação que o 5G representa, mais dispositivos poderão acessar a internet móvel ao mesmo tempo, utilizando o mesmo sinal.


Copyright © 2005-2020 Convergência Digital ... Todos os direitos reservados ... É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site