GOVERNO

Telebras corta previsão de receita em mais R$ 50 milhões

Convergência Digital ... 27/08/2020 ... Convergência Digital

Motivo de disputa entre o ministério da Economia - que a quer privatizada em 2021 - e o Ministério das Comunicações, que planeja manter a Telebras por conta da massificação da banda larga em áreas remotas, a Telebras reduziu ainda mais a sua projeção de receita operacional.

Em fato relevante à CVM, a estatal informa que, agora, a sua projeção de receita é de R$ 330,62 milhões, ou uma queda de 13,8% em relação ao previsto em janeiro - R$ 383,64 milhões, quando a Telebras passou à condição de empresa estatal dependente do orçamento fiscal e da Seguridade Social na Lei Orçamentária de 2020.

A Telebras informa que o aviso ao mercado é justificado pelo obrigação legal de informar suas projeções. O governo tinha a previsão de vender a Telebras no final de 2021, mas a nomeação de Fábio Faria, do PSD, para o ministério das Comunicações mudou o processo. O PSD é favorável ao uso da Telebras - e do satélite geoestacionário no qual o país investiu quase R$ 3 bilhões- para levar banda larga para áreas remotas não atendidas pelas operadoras de telecomunicações, como aconteceu no estado natal do ministro, Rio Grande do Norte.

A venda da Telebras é uma pedra no sapato do Governo Bolsonaro. A estatal resistiu ao ser classificada como uma estatal dependente do orçamento fiscal e, recentemente, deixou claro à CVM que o BNDES não poderá coordenar a sua possível venda, lembrando que o processo tem de ser conduzido por um banco público.


Revista do 63º Painel Telebrasil 2019
Veja a revista do 63º Painel Telebrasil 2019 Transformação digital para o novo Brasil. Atualizar o marco regulatório das telecomunicações é urgente para construir um País moderno, próspero e competitivo.
Clique aqui para ver outras edições

Estratégia 2020-2031 busca direcionar Brasil para economia baseada em dados

Decreto 10.531/20, com “visão de longo prazo” para orientar agentes governamentais prevê fomento a big data, analytics e inteligência artificial. 

Assespro: Marco Legal de Startups possui falhas graves

Em documento enviado à Comissão Especial do Marco Legal de Startups, entidade lembra que a legislação não resolve, por exemplo, a questão da falta de garantias de recibmento para a venda ao governo. "Governo demora a pagar os serviços contratados e muitas startups podem entrar em falência".

Ainda sem autonomia, ANPD vai negociar estrutura com Casa Civil

Diretor Presidente, Waldemar Gonçalves, revela que os cargos comissionados da nova agência - 36 ao todo  - passarão por uma seleção rigorosa e com o crivo da Casa Civil.

LGPD: Não fique parado. A Lei pegou e exige mudança cultural

Corporações não devem temer as obrigações da proteção de dados, mas implementá-las passo a passo. Mudanças trarão maturidade aos negócios e vão impulsionar o crescimento, afirmaram Mariana Blanes, do Martinelli Advogados, e José Pereira Junior, da Intelit, no CD em Pauta.



  • Copyright © 2005-2020 Convergência Digital
  • O Portal Convergência Digital é um produto da editora APM LOBO COMUNICAÇÃO EDITORIAL LTDA - CNPJ: 07372418/0001-79
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G