Clicky

Empresas criam Open RAN do Brasil e pedem marco regulatório

Luís Osvaldo Grossmann ... 07/06/2021 ... Convergência Digital

Em carta enviada aos conselheiros da Anatel, CPqD, Cisco, Qualcomm, IBM, NEC, Nokia e Trópico anunciaram a criação do grupo Open RAN do Brasil, aberto a novos membros, com objetivo de defender marco regulatório e medidas de incentivo aos padrões abertos.

Ao destacar “a criticidade do Open RAN para o Brasil”, o grupo alinha entre suas metas o desenvolvimento de um ecossistema inovador, com promoção de interoperabilidade e harmonização de soluções, especialmente para o 5G, além de suportar e contribuir com a definição do mencionado marco regulatório.

Nessa linha, o grupo quer políticas públicas para a adoção das soluções baseadas em Open RAN, e ainda “incentivos para fomentar a cadeia de valor de serviços, software e hardware, incluindo semicondutores, associada à tecnologia do Open RAN”.

Todas as integrantes também já fazem parte do grupo de trabalho criado pela Anatel sobre Open RAN – que também conta com outros fabricantes, como Ericsson e Huawei, além das operadoras móveis, academia, entidades setoriais e até mesmo o Facebook.


Internet Móvel 3G 4G
EUA define em 90 dias se proíbe de vez uso de câmeras de vigilância chinesas

A agência reguladora norte-americana abriu uma consulta pública para bloquear a compra e o uso de equipamentos e câmeras de vigilância da Huawei, ZTE, Hytera, Dahua e Hangzhou Hikvision.

Wi-Fi 6E Brasil 2021 - Cobertura especial - Editora ConvergenciaDigital

Wi-Fi 6E: o futuro da infraestrutura do Wi-Fi

As faixas de 2,4 GHz e de 5 GHz estão congestionadas no Brasil e torna-se urgente ter mais frequência por mais capacidade e eficiência, afirma o chefe de Tecnologia da CommScope para Caribe e América Latina, Hugo Ramos.

Veja mais matérias deste especial

TIM emite R$ 1,6 bilhão em debêntures vinculadas à ESG

Operação é a primeira realizada por uma empresa de telecomunicações no país. Tele diz que todos os recursos arrecadados serão investidos em infraestrutura, em especial, no 5G.

Justiça condena Claro e Mercado Pago a indenizar dono de celular sequestrado

Jusitça usou o Código de Defesa do Consumidor como base para estabelecer a punição aos prestadores de serviços. Consumidores tiveram telefone registrado em outro chip e dinheiro sacado de plataforma de intermediação de pagamentos.

Pernambucanas investe em chip próprio de telefonia móvel

Varejista investe em telefonia MVNO em parceria com a Surf Telecom. Modelo de negócio não exige fidelidade e não cobra multas e não há plano fixo.

Anatel busca consultoria para implementar acesso dinâmico a espectro

Contratação será feita pela União Internacional de Telecomunicações e envolve análise do arcabouço normativo e proposta de novas possibilidades de regulação.




  • Copyright © 2005-2021 Convergência Digital
  • Todos os direitos reservados
  • É proibida a reprodução total ou
    parcial do conteúdo deste site
    sem a autorização dos editores
  • Publique!
  • Convergência Digital
  • Cobertura em vídeo do Convergência Digital
  • Carreira
  • Cloud Computing
  • Internet Móvel 3G 4G